Rio Capital Mundial da Arquitetura é tema de encontro entre instituições internacionais e brasileiras

Publicado em 05/11/2019 - 15:40 | Atualizado em 05/11/2019 - 16:22
Representantes de instituições brasileiras e internacionais participam de reuniam sobre Rio Capital Mundial da Arquitetura Foto: DivulgaçãoRepresentantes de instituições brasileiras e internacionais participam de reuniam sobre Rio Capital Mundial da Arquitetura Foto: Divulgação

Representantes de instituições internacionais e brasileiras se reuniram na tarde desta segunda-feira, 4 de novembro, no Palácio da Cidade, em Botafogo, para assistirem à apresentação sobre o Rio Capital Mundial da Arquitetura 2020. Valéria Hazan, diretora executiva do Comitê Organizador Rio 2020, expôs os principais pontos do título conquistado pela Prefeitura do Rio e pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e pela União Internacional dos Arquitetos (UIA).

– Estamos trabalhando com reflexões sobre o que queremos para o futuro das cidades. Teremos durante todo o ano de 2020, eventos acadêmicos e culturais que engajarão a população, não apenas do Rio, mas de todo o mundo – afirmou Valéria.

Estiveram presentes à reunião representantes de diversas instituições como o Ministério das Relações Exteriores, a Unesco, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH), o IAB, o Comitê Executivo UIA 2020 Rio, o Instituto Memorial do Holocausto, a Secretaria Municipal de Cultura e a Coordenadoria de Relações Internacionais da Prefeitura do Rio de Janeiro. A cidade, além de receber o título inédito, será também sede do 27° Congresso Mundial de Arquitetos, maior evento da área, que ocorrerá em julho. A expectativa é que apenas este encontro atraia cerca de 20 mil profissionais de todo o mundo. Mas a programação irá além. O calendário de atividades para 2020 está sendo elaborado e incluirá dezenas de atividades acadêmicas e culturais como exposições, debates, seminários e workshops.

– O debate precisa envolver outras áreas e toda a comunidade pensando nas futuras gerações – disse o diretor geral adjunto para Cultura da Unesco, Ernesto Ottone Ramirez.

Entre os destaques, o réveillon na Praia de Copacabana que anunciará o início das comemorações, o Fórum de Cidades, que reunirá prefeitos de dezenas de metrópoles que discutirão os espaços urbanos do futuro, e o próprio congresso.

– Gostei muito do projeto apresentado por Sergio Magalhães e Valeria Hazan, dialogando com a população, com a arquitetura da cidade, suas belezas naturais e sua vida cultural. Um projeto inclusivo, com a cara do Rio, que o Itamaraty está pronto a apoiar – afirmou a secretária de Comunicação e Cultura do Ministério das Relações Exteriores, Márcia Donner Abreu.

A importância dos cinco séculos de arquitetura presentes na cidade foi destacada por todos como uma das justificativas para a conquista deste título inédito. Além deste ponto, Valéria salientou em sua apresentação o protagonismo que o Rio de Janeiro exercerá durante todo o ano de 2020 na discussão do que se espera para os espaços urbanos de todo o mundo.

RCMA
O Rio de Janeiro é a primeira Capital Mundial da Arquitetura, título inédito conquistado pela Prefeitura do Rio e pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e pela União Internacional dos Arquitetos (UIA). Ao longo de todo o ano de 2020, a cidade sediará uma série de eventos, entre eles o 27º Congresso Mundial de Arquitetos, o Fórum Mundial de Cidades, exposições e concursos públicos. Além de mostrar para o mundo a riqueza arquitetônica do Rio, esta titulação é também uma oportunidade de reflexão sobre o futuro, de planejar o que se quer para as cidades de todo o mundo.

UIA 2020 RIO
Com o tema “Todos os mundos. Um só mundo. Arquitetura 21” e expectativa de público de 20 mil profissionais da área, o 27º Congresso Mundial de Arquitetos vai transformar o Rio no epicentro do debate sobre o futuro das cidades do mundo. Promovido pela União Internacional de Arquitetos (UIA) e com a organização do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), o evento convida especialistas e entusiastas de cidades mais dinâmicas, justas e sustentáveis a debater soluções entre os dias 19 e 23 de julho de 2020. O Congresso conta ainda com eventos preparatórios e paralelos, como exposições, seminários e workshops, que acontecem por todo o país.