Comitê formado pela Unesco e pela UIA tem primeira reunião sobre Rio Capital Mundial da Arquitetura

Publicado em 01/11/2019 - 18:28 | Atualizado
Primeira reunião UNESCO-UIA sobre Rio 2020 Fotos: divulgaçãoPrimeira reunião UNESCO-UIA sobre Rio 2020 Fotos: divulgação

O Comitê Conjunto da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e União Internacional dos Arquitetos (UIA) realizou sua primeira reunião sobre Rio 2020-Capital Mundial da Arquitetura.

O papel do Comitê é garantir a coordenação, monitoramento e avaliação de todas as atividades relacionadas à Capital Mundial da Arquitetura. O Comitê também atua como um órgão de supervisão da organização das atividades subsequentes da Capital Mundial da Arquitetura, pelas quais o governo local da cidade designada é responsável.

O Comitê de sete membros foi formado após o lançamento, em novembro de 2018, de um novo empreendimento conjunto UNESCO-UIA: a Capital Mundial da Arquitetura. Este programa foi desenvolvido para nomear das cidades-sede do Congresso Mundial da UIA como capitais mundiais da arquitetura UNESCO-UIA. Durante um ano, a cidade designada se torna um fórum global para enfrentar os desafios mais urgentes do mundo no contexto urbano atual. Essa iniciativa marca um novo capítulo da parceria UNESCO-UIA, que remonta a 1956.

Nesta primeira reunião do Comitê Conjunto UNESCO-UIA, Valeria Hazan, Diretora Executiva do Comitê Organizador Rio Capital Mundial da Arquitetura 2020, esboçou planos para a programação do próximo ano no Rio de Janeiro. O programa do Rio propõe o debate acerca de cidades inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis, de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.