Atletas do Velódromo Olímpico brilham no Mundial de Powerlifting na Eslováquia

Publicado em 25/10/2022 - 11:02 | Atualizado
Os dois atletas se destacaram no Mundial de Powerlifting - Prefeitura do Rio

Dois atletas que representam a Secretaria Municipal de Esportes brilharam no Global Powerlifiting Committee World Championships, realizado entre os dias 17 e 23 de outubro, na Eslováquia.  A professora e atleta Cátia Portilho ficou no lugar mais alto do pódio no Powerlifting, Supino (3 recordes mundiais) e Terra, na categoria Master 4, com outro recorde mundial. E o atleta paralímpico Thiago Nogueira conquistou o ouro e bateu o recorde mundial no Supino, na categoria paralímpica. No sábado (22/10), o Time Brasil obteve uma excelente performance e ficou em quarto lugar no Deadlift (Levantamento Terra) entre 45 países.

Para o secretário de Esportes, Francisco Bandeira, os resultados mostram o trabalho duro e a superação dos atletas.

– Conheço de perto o trabalho realizado pela Cátia e pelo Thiago. São batalhadores que nunca desistem e buscam sempre melhorar os resultados. A história de vida dos dois sempre foi de superação e perseverança. É satisfatório ver dois atletas do Velódromo Olpimpico, equipamento esportivo da Prefeitura do Rio, brilhando mundo afora. O esporte é uma ferramenta fundamental de inclusão. Estamos buscando ampliar e melhorar todas as Vilas Olímpicas em busca de novos campeões.

A professora e atleta Cátia Portilho explicou a emoção de vencer e conquistar novos recordes.

– Foi incrível estar de volta aos campeonatos e bater quatro recordes em três pódios de 1° lugar, após ter tido duas vezes Covid e passado por três cirurgias. Agora, o foco é na realização do campeonato Victorem Games (supino e terra) no dia 10 de dezembro, chancelado pela Global Powerlifting Committee do Brasil em parceria com a SMEL, no Velódromo Olímpico. Todos os atletas e alunos do Instituto Victorem vão participar e será um evento incrível.

De acordo com o atleta paralímpico Thiago Nogueira, o apoio da Prefeitura do Rio foi fundamental para a conquista.

– A emoção de ficar em primeiro lugar e bater o próprio recorde no Mundial foi indescritível. Não imaginava participar esse ano, mas a parceria com a Prefeitura/SMEL gerou essa oportunidade e abracei com toda força para fazer o meu melhor.

  • 25 de outubro de 2022
  • Skip to content