Secretaria Municipal de Habitação promove reunião com o Grupo Institucional do Poder Público (GIPP)

Publicado em 21/04/2021 - 20:56 | Atualizado
Reunião teve a presença de representantes de 23 secretarias municipais - Divulgação/Prefeitura

A Secretaria Municipal de Habitação, por meio da Coordenadoria de Ações Sócio-Habitacionais, promoveu um encontro entre os representantes dos órgãos da Prefeitura que compõem o Grupo Institucional do Poder Público (GIPP) para apresentar a nova equipe técnico-social que dará continuidade às diretrizes e ações voltadas para a pós-ocupação dos empreendimentos do antigo Programa Minha Casa Minha Vida. O GIPP, criado por força da Portaria nº 464 do Ministério das Cidades, de 25 de julho de 2018, tem por objetivo promover a articulação das políticas públicas necessárias para assegurar as condições adequadas de moradia aos beneficiários da Faixa 1 do programa.

Representando o vice-prefeito e secretário Nilton Caldeira, a subsecretária de Habitação, Marcela Abla, recepcionou os representantes de 23 secretarias municipais no encontro, que aconteceu nesta terça (20), e abriu a reunião ressaltando a importância da intersetorialidade do Grupo.

– Gostaria de destacar a importância da parceria entre as secretarias e órgãos da Prefeitura por entenderem o quão relevante é a intersetorialidade entre as Políticas Públicas. O resultado do trabalho deste grupo poderá servir como uma avaliação para futuras melhorias nos programas voltados à habitação de interesse social.

O coordenador de Ações Sócio-Habitacionais da SMH e do GIPP, Jeremias Di Caetés, conduziu a reunião com a equipe técnica. Foram abordados assuntos relativos à educação, saúde, assistência social, transportes, geração de trabalho e renda, limpeza e segurança pública para os moradores dos 106 empreendimentos de interesse social construídos no município do Rio.

No fim do evento, o coordenador agradeceu a presença dos representantes.

– Gostaria de agradecer a presença de todos e dizer que o secretário Nilton Caldeira está dando todo o apoio para que a equipe consiga atender as demandas dos 106 condomínios do extinto Programa Minha Casa Minha Vida (faixa 1) na nossa cidade. A partir dessa reunião de trabalho, ficou definido que as ações do GIPP terão início nas áreas dos Condomínios Botafogo I e II e dos Condomínios Tom Jobim, localizados na Pavuna. Somados, esses oito condomínios residenciais abrigam cerca de 5.500 pessoas que aguardam a atuação dos órgãos do poder público.

  • 21 de abril de 2021