Prefeitura ilumina pontos da cidade com as cores do arco-íris e faz eventos para marcar o Dia do Orgulho LGBTI+

Publicado em 28/06/2021 - 07:00 | Atualizado em 28/06/2021 - 17:08
Os Arcos da Lapa - Rafael Catarcione / Riotur

Os Arcos da Lapa e a Cidade das Artes ganharam iluminação especial na sexta-feira (25/06), com as cores do arco-íris. A iniciativa da Riotur, que pode ser vista até a noite desta segunda-feira (28/06), das 18h até 1h, faz parte de uma série de ações para recolocar o Rio num cenário de respeito à diversidade e celebra o mês do Orgulho LGBTI+ e o Dia Internacional do Orgulho LGBTI+, comemorado hoje. Desde o início de junho, no Porto Maravilha, o Museu de Arte do Rio, o Museu do Amanhã, o Pier Mauá e o Núcleo de Ativação Urbana estão coloridos para marcar a data, numa ação da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto.

Para marcar a data, também será promovido nesta segunda pela OAB/RJ, em parceria com a CEDS, às 10h, o seminário “Stonewall carioca: avanços, resistências e história da cidadania LGBTI no Brasil a partir do Rio de Janeiro”. A Procuradoria do Município do Rio fará o encontro virtual “O Município e a Diversidade Sexual”, às 17h, com transmissão pelo Youtube.

A seguir, saiba mais sobre as ações:

 

A Cidade das Artes – Rafael Catarcione / Riotur

 

Cidade das Artes e Arcos da Lapa coloridos

Os Arcos da Lapa e a Cidade das Artes estão iluminados desde sexta-feira (25/06) com as cores do arco-íris, das 18h até 1h, numa celebração ao mês do Orgulho LGBTI+. A ação, uma iniciativa da Prefeitura do Rio por meio da Riotur, recoloca a cidade num cenário de respeito à diversidade e apoio às pessoas de diferentes identidades de gênero e/ou orientações sexuais.

O Dia Mundial do Orgulho LGBTI+ é em homenagem à Revolta de Stonewall, um marco representativo na luta por direitos civis da população lésbica, gay, bissexual, travesti, transgênero, intersexual e de outras identidades de gênero e/ou orientações sexuais. Há 52 anos, policiais invadiram o bar nova iorquino The Stonewall Inn, espaço considerado seguro para pessoas LGBTI+. Os agentes começaram a prender os frequentadores do local, mas acabaram surpreendidos por uma enorme reação de centenas de pessoas revoltadas com a recorrente opressão policial contra pessoas LGBTI+.

Além da iluminação, a “Rio Diversidade” faz uma exposição até o fim do mês, na orla carioca. Do Leme ao Pontal, os 24 postos de salvamento exibem as palavras respeito, liberdade, amor, igualdade, afeto, vida e orgulho, que simbolizam lutas e reafirmam conquistas de quem batalha para ter sua individualidade respeitada.  A ação tem o apoio institucional da Coordenadoria Executiva da Diversidade Sexual (CEDS) da Prefeitura do Rio.

– Ainda não podemos aglomerar, fazer paradas, a mensagem agora é uma forma de mostrar para o mundo que nós somos uma cidade aberta, livre, sem preconceito – afirma a presidente da Riotur, Daniela Maia.

 

Mais cores no Porto Maravilha

Desde o início de junho, o Porto Maravilha recebe uma série de iluminações especiais, em homenagem ao mês do orgulho LGBTI+. A companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto (Cdurp) lançou a campanha “Porto pela Diversidade” em parceria com o Museu de Arte do Rio, o Museu do Amanhã, o Pier Mauá e o Núcleo de Ativação Urbana. Ao longo do mês, a cobertura do MAR, as laterais, os fundos e parte da cobertura metálica do Museu do Amanhã e os guindastes do Píer Mauá, a caixa d´água do Passeio Ernesto Nazareth e os portais de entrada do Destrave Arte Bar estarão com as cores do arco-íris.

Além das ações externas, a Cdurp está incentivando um ambiente de trabalho mais inclusivo e diverso. Foram distribuídos para os funcionários cordões para crachá nas cores do arco-íris com as logos do Porto Maravilha e da Prefeitura do Rio. O presidente da Cdurp, Gustavo Guerrante, destaca a importância de abraçar a causa tanto dentro da empresa quanto em cartões postais do Porto:

– São ações que dão visibilidade e celebram a diversidade. Isso vai desde reforçar este sentimento nos funcionários da empresa até iluminar prédios icônicos do Porto Maravilha. Os cordões de crachá, inclusive, atingiram outros órgãos municipais e as luzes ganharam as redes sociais.

As imagens do Porto Maravilha. Crédito: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

 

 

 

 

PGM realiza palestra online

Em respeito à diversidade, a Procuradoria do Município do Rio (PGM Rio) realiza nesta segunda (28/06) uma palestra para discutir o papel do município no acolhimento à comunidade LGBTI+. O encontro virtual “O Município e a Diversidade Sexual ” foi organizado pelo Centro de Estudos da PGM e vai reunir professores de Direito e procuradores do município.

– É a primeira vez que vamos abordar a comunidade LGBTI+ em um evento na Procuradoria. Entendemos que esse tema que envolve a diversidade é urgente e é uma  questão de direitos humanos.  A ideia é debater o papel constitucional dos municípios que é o ente que primeiro acolhe essas pessoas, que ainda vivem os mais variados tipos de pré-conceitos – explica o Procurador-geral Daniel Bucar, que é um dos mediadores do evento.

O encontro virtual, que começa às 17h, será transmitido internamente para todos os integrantes da PGM, mas também para o público externo, por meio do canal da PGM Rio no Youtube (youtube.com/PGMrio).

 

Prefeitura inaugura três primeiras placas do Patrimônio Cultural Carioca do Circuito da Diversidade

  • 28 de junho de 2021