Parceria entre Prefeitura e Redes da Maré já higienizou mais de metade das favelas da Maré

Publicado em 10/06/2020 - 19:22 | Atualizado
Todas as ruas de sete das 16 favelas do Complexo da Maré receberam operações de higienização. Crédito: Divulgação / Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Comlurb, firmou parceria com a ONG Redes da Maré, no último dia 05/06. Com isso, todas as ruas de sete das 16 favelas do Complexo da Maré receberam operações de higienização com o objetivo de fortalecer as ações de prevenção à contaminação de moradores com o novo coronavírus. O projeto vai até o dia 25 de junho. A ONG conseguiu apoio financeiro e comprou um produto importado feito com Cloreto de Benzalcônio 50%, que além de higienizar, deixa uma película de proteção nos locais, fazendo com que o produto seja eficaz por mais tempo. A Comlurb entrou com o potencial técnico, mão de obra e equipamentos.

A ONG, articulada com todas as organizações de moradores locais, contratou na primeira etapa 12 pessoas do próprio Complexo, que foram treinadas para o trabalho pela Comlurb, para realizar o trabalho junto com os mais 15 garis e dois profissionais de limpeza urbana da Companhia, com o apoio de uma van motobomba e uma jateadeira. A ação contempla assim iniciativas de geração de renda para os moradores da Maré, a partir da campanha “Maré diz não ao coronavírus”, e a inclusão dos trabalhadores ao projeto.

A Redes da Maré contratou mais 18 moradores do Complexo para fazer parte da equipe da segunda etapa do projeto, substituindo o primeiro grupo. O treinamento da nova equipe pela Comlurb acontece nesta sexta-feira, dia 12/06, às 8h. As higienizações acontecem a cada dia em uma favela diferente que compõe a Maré. A primeira etapa cobriu a Marcílio dias até o Parque Maré.