Coronavírus: Prefeitura abre mais 16 leitos no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla

Publicado em 18/04/2020 - 11:21 | Atualizado em 18/04/2020 - 19:53
O Hospital Municipal Ronaldo Gazolla é um dos que receberão médicos contratados pela RioSaúde. Foto: Divulgação/ Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio abriu neste sábado (18/04) mais cinco leitos de UTI e 11 de enfermaria no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, referência da rede municipal para internação de pacientes com covid-19. A unidade passa a contar com 186 leitos, sendo 65 de terapia intensiva e 121 de clínica médica.

O Hospital Ronaldo Gazolla está abrindo seus leitos progressivamente e nos próximos dias disponibilizará mais vagas ainda.

Primeira unidade na cidade exclusivamente dedicada ao tratamento de pacientes com coronavírus, o hospital chegará a 381 leitos ao fim do cronograma. Desse total, 201 serão de terapia intensiva, com respiradores, sendo 182 para adultos e 19 pediátricos.

O cronograma de abertura de leitos de UTI e de clínica médica no Gazolla segue como planejado. A Prefeitura aguarda a chegada de respiradores e monitores comprados na China, prevista para os próximos 10 dias, para abrir também os leitos do hospital de campanha. Nesta sexta-feira (17/04), o prefeito Marcelo Crivella já adiantou que poderá contratar leitos na rede privada, se houver necessidade.

Contratação de médicos

Ao mesmo tempo, a Secretaria Municipal de Saúde está contratando os profissionais necessários para o atendimento dos pacientes nas unidades de referência para os casos de covid-19.

A RioSaúde, gestora do Ronaldo Gazolla e do Hospital de Campanha da Prefeitura, no Riocentro, está com inscrições abertas para médicos.

São 1.049 vagas nas especialidades intensivista, intensivista pediátrico, infectologista e clínico geral, com vencimentos que podem chegar a R$ 15.693,95 (conforme especialidade e carga horária), mais benefícios.

A inscrição online para o processo seletivo simplificado pode ser feita no site .É preciso clicar no link específico da especialidade, preencher o formulário e, ao ser chamado, apresentar a documentação necessária.

 

Prefeitura do Rio vai contratar leitos particulares se ocupação na rede municipal chegar a 100%