Câmeras da CET-Rio vão passar a monitorar distanciamento entre as pessoas nas ruas

Publicado em 12/05/2020 - 11:46 | Atualizado em 12/05/2020 - 12:14
Câmeras da CETRio agora vão monitorar aglomerações. Luz vermelha é perigo; verde, distanciamento correto. Foto: divulgaçãoCâmeras da CETRio agora vão monitorar aglomerações. Luz vermelha é perigo; verde, distanciamento correto. Foto: divulgação

A Prefeitura do Rio, por meio da CET-Rio, está implementando um sistema para verificar o distanciamento entre as pessoas através das câmeras de monitoramento de tráfego. A partir desta quarta-feira, 13/05, as 489 câmeras da Companhia, que normalmente monitoram o trânsito da cidade, contarão com um detector de aglomerações.

Trata-se de um software conectado ao sistema de câmeras do Centro de Operações (COR) que permitirá identificar grupos de pessoas que estejam formando aglomerações. De acordo com a distância entre as pessoas, o software dispara luzes na tela do sistema, indicando o risco que aquele  distanciamento representa.

A luz verde indica baixo risco e acende onde há uma distância mínima de 1,5m entre as pessoas. A laranja, risco médio, para uma distância entre 1,5m e 0,75m. E vermelha, que representa alto risco, alerta quando há pessoas com uma distância abaixo de 0,75m entre elas.

Quando registrar a luz vermelha, o Disk-Aglomeração da Secretaria municipal de Ordem Pública (Seop) será acionado.

Essa é mais uma das ações da Prefeitura do Rio na campanha  #RioContraOCorona, que busca conscientizar e alertar os cariocas no combate à Covid-19.

 

Câmeras da CETRio agora vão monitorar aglomerações. Luz vermelha é perigo; verde, distanciamento correto. Foto: divulgação

 

Câmeras da CET-Rio agora vão monitorar aglomerações. Luz vermelha é perigo; verde, distanciamento correto. Foto: divulgação