Seop e Guarda Municipal registram 1.877 irregularidades nos sete dias de Rock In Rio

Publicado em 07/10/2019 - 11:56 | Atualizado em 08/10/2019 - 11:58
  • Início/
  • /
  • Seop e Guarda Municipal registram 1.877 irregularidades nos sete dias de Rock In Rio
Foto: Robert Gomes

Guardas também apreenderam 49 credenciais de serviço e trânsito livre irregulares e conduziram 15 pessoas para delegacia 

A operação especial da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e da Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) para o Rock in Rio, nos sete dias do festival, de 27 a 29 de setembro e de 3 a 6 de outubro, contou com aplicação de 853 multas de trânsito, 442 remoções de veículos por estacionamento irregular e 355 autuações referentes ao transporte complementar- com remoções de vans piratas – e 178 multas por evasão de tarifa do BRT. Ao todo, foram registradas 1.877 irregularidades, incluindo apreensão de credencias falsas.

Ainda nas ações de fiscalização de trânsito, os guardas municipais apreenderam 42 credencias falsas de trânsito livre. Alguns adesivos estavam com falsificações grosseiras, como a dimensão do símbolo da Prefeitura irregular, cores diferentes do padrão original estabelecido e sem o serrilhado que não permite a reutilização dos adesivos. Os condutores flagrados foram impedidos de acessar as áreas de bloqueio.

Ao todo, 15 pessoas foram conduzidas para delegacia, sendo dois adolescentes, após flagrantes de delitos no entorno da Cidade do Rock e dos acessos, como as estações do BRT. Dentre os detidos estavam oito pessoas flagradas usando crachás de serviço falso para tentar entrar no evento e houve um registro de roubo de celular. Os demais casos foram de ambulantes que resistiram a abordagem dos guardas municipais durante apreensão de mercadorias comercializadas sem autorização. Agentes apreenderam oito crachás de prestadores de serviço falsos

Ações no domingo, dia 06 – No último dia do evento, foram aplicadas 128 multas após flagrantes de irregularidades de trânsito e foram apreendidas seis credenciais falsas de trânsito livro. Houve ainda a remoção de 49 veículos e 62 autuações referentes ao transporte complementar.

Dois ambulantes foram detidos e conduzidos para o Juizado Especial Criminal (Jecrim), na noite de domingo, dia 06, após resistirem a abordagem dos guardas municipais durante apreensão de mercadorias comercializadas sem autorização no entorno da Cidade do Rock. Um dos ambulantes incitou grupo contra a ação dos guardas, que jogaram pedras contra a equipe. Foi necessário contê-lo para que fosse encaminhado para a delegacia, onde ficou detido. Já o outro ambulante estava sozinho e tentou agredir os guardas municipais. Com ele foram encontrados ainda três pinos de substância que pode ser entorpecente. O homem foi imobilizado e conduzido para a delegacia. O material também foi entregue à Polícia.

Esquema especial – A Secretaria Municipal de Ordem Pública iniciou, às 7h de sexta-feira, dia 27 de setembro, a operação Rock in Rio, com a integração – via Subsecretaria de Operações da Seop – dos diversos órgãos da Prefeitura: secretarias municipais de Fazenda (coordenadorias de Controle Urbano e de Licenciamento e Fiscalização) e de Assistência Social e de Direitos Humanos e Comlurb,  além da Polícia Militar. Somente os efetivos da Seop e GM-Rio contabilizam 560 agentes por dia para realizar o patrulhamento urbano, o controle de trânsito, a fiscalização de estacionamento irregular e do transporte complementar do entorno do evento, além de manter de prontidão a Defesa Civil municipal.

Durante os sete dias de festival, o esquema especial contará com 510 guardas municipais, 16 equipes de reboques da Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer) e 20 fiscais da Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (CETC), mais engenheiros e técnicos da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, todos vinculados à Seop.

O efetivo da GM-Rio atua nas estações, nos terminais de transportes e nas principais vias de acesso ao Parque Olímpico, com patrulhamento a pé, em motocicletas e viaturas, além de apoio de oito cães e estrutura operacional de 106 veículos, 169 rádios de comunicação e base de comando central.

No trânsito, os guardas estão distribuídos por 53 pontos de bloqueio definidos pela CET-Rio, implantados a partir das 13h.

Apoio a outros órgãos da Prefeitura – As equipes da Seop e da GM-Rio também atuaram em apoio aos fiscais da Coordenadoria de Controle Urbano, da Secretaria Municipal de Fazenda. Durante todos os dias de evento, foram apreendidos pelos agentes no entorno do evento garrafas de vidro, produtos perecíveis, acessórios, entre outros.

A GM-Rio também atuou em apoio às ações da Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses (Subvisa) durante o festival, com a equipe lúdica do Grupamento de Ronda Escolar, que fez encenação sobre o combate a ação de bactérias para ilustrar o trabalho da Visa com a participação de um mascote da GM-Rio e de um agente fantasiado de bactéria. As ações aconteceram no estande da Subvisa, na Rock Street. Com o tema “Coisas que você não vê, mas a gente cuida”, o espaço ofereceu também o atendimento ao público.