Nota de esclarecimento: máscaras de proteção distribuídas pela Prefeitura do Rio

Publicado em 06/05/2020 - 13:38 | Atualizado

Quanto às máscaras de proteção distribuídas pela Prefeitura do Rio:

É IMPORTANTE DEIXAR CLARO que estas máscaras duram até 4 horas e isso foi é informado pela imprensa e na hora da distribuição às pessoas.
PORTANTO:
Comparações relativizando o tempo de permanência do vírus em superfícies por até três dias, portanto, não se justificam de forma alguma.

As máscaras são de celulose, têm função preventiva, são descartáveis e permitem a *pedestres ou passageiros do transporte público uma proteção até a chegada em um ambiente isolado*.

O acessório não se aplica a profissionais de saúde, como destacou a própria Prefeitura, baseada em laudo técnico da Anvisa encomendado pela empresa fornecedora, confirmando que o dispositivo pode ser usado como medida preventiva por até 4 horas.

Além disso, é uma alternativa, ao lado das máscaras caseiras, de forma a evitar o consumo — e uma consequente escassez de máscaras profissionais no mercado que devem ser priorizadas para a área médica.

As máscaras distribuídas são biodegradáveis, esterilizadas e com design eficiente para proteger as vias aéreas. O material é mais resistente que o TNT e não permite a contaminação da parede interna do dispositivo. O custo unitário é 50% menor que o da similar de TNT.

Sua distribuição ocorre há duas semanas em terminais de BRT e pontos sensíveis para a concentração de pessoas. Neste momento, em que todo o empenho da prefeitura está voltado a salvar vidas, causa estranheza que uma solução simples e eficaz, com intuito preventivo, seja criticada SEM LEVAR EM CONTA as informações precisas sobre a máscara biodegradável.

Entretanto, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) está confiante que essa e outra ações em implementação, mesmo que simples, são vitais na proteção do cidadão contra a expansão da Covid-19.

  • 6 de maio de 2020