Coronavírus: Prefeitura faz ação para coibir aglomeração e conferir banheiros de bancos e lojas de conveniência em postos de combustível

Publicado em 08/04/2020 - 19:11 | Atualizado
Fiscalização da Vigiância Sanitária atua para que estabelecimentos cumpram normas que evitem a propagação do novo coronavírus. Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Subsecretaria de Vigilância Sanitária, fiscaliza bancos e lojas de conveniência de posto de gasolina para conferir as normas sanitárias e coibir a aglomeração de pessoas. Em cumprimento ao decreto do prefeito Marcelo Crivella, técnicos do órgão inspecionam os estabelecimentos e reforçam recomendações fundamentais na prevenção ao novo coronavírus. Na ação, as equipes vistoriam banheiros verificando se há lavatórios com água corrente, dispensadores de sabão líquido e de papel-toalha, além de lixeiras com tampas acionadas por pedal, para evitar o contato com as mãos.

Na mesma atuação, os fiscais fazem ações orientativas fixando nos banheiros dos estabelecimentos adesivos com mensagens que alertam para a importância da correta e frequente higienização das mãos. Em cinco dias (2, 3, 6, 7 e 8 de abril) foram feitas 92 inspeções, entre elas, dez para verificar denúncias de aglomeração e três relativas à falta de álcool gel e de higiene em geral, todas recebidas na Central de Atendimento 1746. As ações resultaram em 11 infrações, sendo uma por falta de higiene e uma por aglomeração, e na emissão de quatro intimações para que os comércios providenciem adequações no sistema de climatização.