Crivella prestigia formatura de 248 guardas municipais

Publicado em 22/02/2019 - 17:03 | Atualizado em 22/11/2019 - 18:10
Cerimônia de formatura de 248 guardas municipaisFoto: Edvaldo Reis/Prefeitura do Rio

O prefeito Marcelo Crivella acompanhou, nesta sexta-feira (22/02), a formatura de 248 guardas municipais. Os novos agentes já atuarão neste fim de semana no reforço da operação especial de carnaval, durante os desfiles de blocos na cidade. Crivella aproveitou para dar uma boa notícia para aqueles que passaram no concurso realizado em 2012, na gestão passada, e ainda não foram chamados para a GM-Rio.

– Hoje, estamos fazendo uma solenidade da formatura de 248 novos guardas que vão se incorporar à segurança do Rio de Janeiro e já começam a trabalhar no carnaval. Agora, eu queria mandar um recado a vários que passaram no concurso e que estavam aqui do lado de fora, não estão participando dessa nossa cerimônia: serão chamados. Nós estamos fazendo um esforço grande para chamar a todos que passaram no concurso. Eu fico muito orgulhoso em saber que eles querem vestir a farda da Guarda Municipal e ombrearem conosco para manter a segurança para o nosso povo. Hoje, são 248, amanhã serão muitos mais – disse o prefeito, na chegada à sede da Guarda Municipal, em São Cristóvão, na Zona Norte.

Prefeito acompanha posse de 248 guardas municipais
Foto: Edvaldo Reis/Prefeitura do Rio

Com os 248 novos agentes, GM-Rio totaliza agora 7.533 guardas

Com a contratação dos agentes, a GM-Rio passa a ter efetivo de 7.533 guardas, quase quatro vezes maior que os dois mil agentes do quadro à época de sua criação, em março de 1993. A instituição é considerada a maior guarda municipal desarmada do país.

Os novos guardas passaram por um curso de formação. Durante três meses, participaram de aulas e treinamento com instrutores da Academia de Ensino da própria GM-Rio. Durante a capacitação, os agentes estudaram disciplinas que têm em seu conjunto temas essenciais para o exercício da função de guarda municipal, como Procedimentos Operacionais Padrões (POPs). São conhecimentos práticos e teóricos sobre as atividades operacionais, que incluem patrulhamentos e deslocamentos de rotina pelas ruas. Os guardas aprendem a proceder com máxima segurança, a ter atenção ao entorno e também a preencher toda a documentação legal necessária nas ocorrências habituais.

Foram inseridos, pela primeira vez no curso de formação, temas sobre comunicação não violenta e procedimentos operacionais relativos às novas atribuições para a fiscalização do BRT, do VLT e da Lei do Silêncio, além do atendimento a pessoas com deficiência. Ainda durante o curso, os alunos passaram por disciplinas como emergência pré-hospitalar, defesa pessoal, direitos humanos e uso diferenciado da força. Receberam ainda capacitação específica sobre Instrumentos de Menor Potencial Ofensivo (IMPO), o que os torna aptos a portar e manusear de forma correta pistolas elétricas incapacitantes e agentes químicos, como gás de pimenta, observadas as técnicas pertinentes e os aspectos legais do uso destes equipamentos.

Cerimônia de posse de 248 guardas municipais
Foto: Edvaldo Reis/Prefeitura do Rio

Tal pai, tal filho

O subinspetor Manoel Pacifico, 25 anos de GM, estava exultante. O filho Rander é um dos 248 novos agentes da GM:

– É um orgulho muito grande para um pai saber que o filho escolheu a mesma profissão. Desde bem pequeno, o Rander já me acompanhava em alguns plantões na GM, inclusive quando trabalhei na Quinta da Boa Vista.

Rander, de 28 anos, contou que sempre quis trabalhar cuidando da segurança da população. Ele revelou que tomou a decisão quando serviu ao Exército. Mas que já estava perdendo a esperança de ser chamado:

– Demorei para chegar até aqui, fiquei seis anos esperando ser convocado, já estava desistindo. Estou muito feliz pelo dia de hoje. Antes, eu servia ao Exército. Ver meu pai na Guarda Municipal me incentivou a servir na GM também – contou o guarda recém-formado.

A contratação dos novos agentes tem como objetivo a reposição do quadro funcional. A medida está prevista no decreto de Nº 43.311 de 2017, de regulação de novas contratações no funcionalismo municipal em atenção à Lei de Responsabilidade Fiscal, que autoriza a reposição de cargo, emprego ou função decorrentes de aposentadorias e falecimentos ocorridos nas áreas de Saúde, Educação e Segurança.

Além do prefeito Marcelo Crivella, participaram da solenidade de formatura o secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Amendola, e a comandante da Guarda Municipal, inspetora-geral Tatiana Mendes.

 

Você conhece a história da Guarda Muncipal do Rio de Janeiro? Clique aqui e saiba mais sobre a GM-Rio. 

  • 22 de fevereiro de 2019