Saúde faz campanha contra o coronavírus

Publicado em 18/03/2020 - 18:12 | Atualizado em 18/03/2020 - 18:13
Profissionais de saúde do Rio fazem campanha pelo isolamento social contra a Covid-19. Foto: Prefeitura do Rio / Divulgação

Inspirados em profissionais de saúde estrangeiros, que fizeram apelo bem humorado para que as medidas de restrição e isolamento social sejam cumpridas no combate ao coronavírus, profissionais de saúde cariocas, que atuam na rede municipal de Saúde, aderiam à campanha e também mandam seu alerta: “Nós estamos aqui por vocês. Fique em casa por todos nós”. A ideia é que todo carioca seja vigilante e colabore respeitando as orientações das autoridades de saúde, evitando aglomeração e, assim, a proliferação do vírus.

Importante reforçar que a rede municipal mantém monitoramento constante dos casos e do avanço da doença na cidade, atuando em conjunto com os governos federal e estadual. A Prefeitura do Rio destinou como referência o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, para o atendimento de pacientes internados com coronavírus. Hoje, a unidade conta com 30 leitos e, em 30 dias, o hospital terá 372 leitos exclusivamente para esse atendimento. Para garantir maior segurança aos pacientes, a maternidade que funciona no hospital será transferida temporariamente para a Maternidade Alexander Fleming, em Marechal Hermes.

O município reservou 150 leitos em unidades de toda a rede para atendimento de pacientes que necessitem de internação. Este número poderá ser ampliado dependendo da necessidade. Os profissionais de saúde vem sendo treinados de forma permanente e usam equipamentos de proteção individual para evitar o contágio. A Prefeitura já anunciou hoje que pedirá ao governo federal o envio de 400 médicos do Programa Mais Médicos para reforçar as equipes.

Como funciona o fluxo de atendimento e testagem dos casos

 Ao chegar em uma unidade municipal de saúde com suspeita de coronavírus, a pessoa recebe uma máscara e é encaminhada para um ambiente separado dos demais usuários. Com atendimento prioritário, o paciente é medicado e tem seu caso classificado de acordo com a gravidade. Se o caso for leve, a equipe orienta como fazer isolamento domiciliar. Se tem um caso grave, o paciente será internado em um hospital de referência.

É importante esclarecer que não estão sendo feitos testes para o novo coronavírus em todos os casos nem nas unidades de primeiro atendimento. Seguindo orientação do Ministério da Saúde, a SMS está fazendo o teste para Covid-19 apenas nos pacientes com quadro clínico grave internados nos hospitais de referência.

 


Confira também:

 

Fique por dentro de tudo o que acontece na Secretaria Municipal de Saúde do Rio e nos siga nas redes sociais!

   

Categoria: Saúde

18 de março de 2020