Prefeitura recebe no Galeão nova leva de respiradores comprados na China antes mesmo da pandemia

Publicado em 03/06/2020 - 09:28 | Atualizado em 03/06/2020 - 13:08
Equipamentos chegam em voo vindo da China. Foto: Edvaldo Reis / Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, foi na madrugada desta quarta-feira (03/06) ao Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão para conferir a chegada de mais uma carga com equipamentos comprados pela Prefeitura ainda antes da pandemia para reforçar os hospitais municipais — e que, agora, são mais que fundamentais para o combate à Covid-19. No material, estão novos 37 respiradores, monitores e máscaras, além de outros EPI’s (equipamentos de proteção individual).

– São equipamentos que salvam vidas. Nos planejamos para melhorar a saúde do município e estamos conseguindo atravessar a tormenta. São materiais e aparelhos que ficarão de legado para a cidade e o carioca – afirmou o prefeito.

Ainda esta semana um novo voo está previsto para chegar com mais uma leva de aparelhos para a saúde.

 

 

Até agora, já chegaram mais de 300 respiradores, carrinhos de anestesia, mais de um milhão de máscaras e tomógrafos, equipamento imprescindível para detectar a doença logo em seu início e proporcionar mais agilidade e cuidados na cura da Covid-19. Também chegaram ao município 110 aparelhos de Raio X digital e 20 autoclaves de 100 litros.

Ao todo, serão 160 toneladas de equipamentos, sendo 726 respiradores. O investimento da Prefeitura é de R$ 370 milhões na renovação do parque tecnológico das unidades de saúde da rede municipal. Ao todo, foram comprados mais de 18 mil itens, entre eles 27 tomógrafos.

A chegada desses novos equipamentos permitiu à Prefeitura do Rio ajudar o governo do Estado cedendo 16 respiradores para o Hospital Universitário Pedro Ernesto e outros 10 para o município de Mangaratiba.