Covid-19: intervalo entre as doses da vacina da Pfizer para crianças é reduzido para 21 dias

Publicado em 31/03/2022 - 10:57 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Covid-19: intervalo entre as doses da vacina da Pfizer para crianças é reduzido para 21 dias
Crianças que tomaram a primeira dose há 21 dias ou mais já podem completar o esquema vacinal - Fabio Motta/Prefeitura do Rio

A partir desta quinta-feira (31/3), o intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina Pfizer pediátrica passa a ser de 21 dias no município do Rio de Janeiro. As crianças que tomaram a primeira dose neste período ou mais podem ir aos postos para completar o esquema vacinal.

O município atingiu a marca de 60% da população carioca vacinada com a dose de reforço. Todas as pessoas com 18 anos ou mais que tomaram a segunda dose há quatro meses ou mais devem tomar a dose de reforço, que pode ser antecipada até o intervalo mínimo de três meses em casos de viagem, problemas de saúde e outras questões pessoais.

Idosos com 80 anos ou mais devem tomar uma segunda dose de reforço, com pelo menos quatro meses de intervalo após a primeira dose de reforço.

Pessoas com imunossupressão grave com 12 anos ou mais devem tomar uma 3ª dose (dose adicional)  oito semanas após a segunda dose, sendo o intervalo mínimo de quatro semanas. É necessário apresentar comprovação.

Pessoas com 18 anos ou mais que tenham imunossupressão e receberam três doses no esquema primário (duas doses e uma adicional) devem tomar uma nova dose com intervalo de quatro meses da dose adicional.

Devem procurar os postos para testagem pessoas com sintomas como febre, calafrio, tosse, coriza, dor de garganta, dor de cabeça e alterações no olfato e/ou paladar.

Outras informações estão em coronavirus.rio/vacina.

 

 

Saúde divulga calendário e grupos prioritários da campanha de vacinação contra a gripe

  • 31 de março de 2022