Coronavírus: Prefeitura oferece assistência psicológica para os profissionais de Saúde

Publicado em 23/04/2020 - 15:12 | Atualizado
Fachada do Centro Administrativo São Sebastião, sede da Prefeitura do RioPrédio do CASS, sede administrativa da Prefeitura do Rio. Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), criou o projeto “Saúde na escuta” para oferecer assistência psicológica aos profissionais da rede municipal de Saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia de coronavírus. O serviço funcionará por telefone ou por videoconferência, todos os dias da semana, 12 horas por dia, com duração de três meses. Os profissionais estarão organizados em turnos, seguindo todos os protocolos sobre o tema. O atendimento começa na próxima segunda-feira, dia 27/04.

O profissional interessado deverá acessar o link (https://sites.google.com/view/consultavirtual/in%C3%ADcio) para cadastro e solicitar o atendimento. Um profissional de saúde do plantão de acolhimento entrará em contato para combinar qual melhor plataforma a ser utilizada.

O objetivo é acolher o trabalhador de saúde que esteja à frente do cuidado à Covid- 19 e em sofrimento diante dos efeitos da pandemia, como ansiedade, estresse e preocupação em contaminar familiares, oferecendo apoio e suporte emocional e contribuindo para que possam estar bem para atender as pessoas.

Outros serviços para os profissionais

Também está em fase de implantação dez centros de testagem de Covid-19 exclusivos a quem trabalha na rede municipal e apresentar sintomas suspeitos de Covid-19.

Cada uma das dez coordenadorias de Atenção Primária do município distribuídas pela cidade vai estabelecer um local para que os testes sejam feitos nas próprias regiões onde os profissionais trabalham. O material coletado será enviado para exame laboratorial no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels), do governo do Estado.

Além dos centros de testagem, a SMS, em parceria com uma grupo de empresários, está realizando testes rápidos em profissionais de hospitais da rede municipal. A ação já ocorreu no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla e acontece, até amanhã (24/04), no Hospital Municipal Jesus.