Coronavírus: Prefeitura chamou 1.065 profissionais para hospitais de referência em covid-19

Publicado em 19/05/2020 - 16:14 | Atualizado
Vagas na área da saúde são para hospitais de referência no coronavírus no município. Foto: Marco Antônio Rezende / Prefeitura do RioO Hospital de Campanha da Prefeitura. Foto: Marco Antônio Rezende / Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da RioSaúde, chamou nesta terça-feira, 19/05, 1.065 profissionais de saúde para a linha de frente do tratamento da covid-19. As vagas são para os hospitais de Campanha no Riocentro, Federal de Bonsucesso e Universitário Clementino Fraga Filho (Fundão/UFRJ), e também para o complexo regulador, que trata dos trâmites de transferência dos pacientes. Os convocados haviam se inscrito no processo seletivo Emergencial – Coronavírus da empresa pública.

Os profissionais que tiverem as contratações efetivadas se apresentam nos hospitais em que serão lotados já nos próximos dias. Para isso, os convocados devem comparecer nas datas e locais indicados em seu chamamento, para apresentar a documentação que comprove a formação, especialização e experiência que informaram no formulário de inscrição online. Em seguida, entregam a carteira de trabalho para assinatura e preenchimento do contrato. Candidatos que tenham perdido a data de apresentação anterior ainda podem comparecer no local indicado com a documentação.

Os chamamentos de hoje são para médicos clínicos e intensivistas, técnicos de enfermagem e técnico de radiologia. As contratações são por tempo determinado, enquanto durar a crise sanitária causada pela pandemia do coronavírus. Os profissionais têm a carteira assinada pelo regime CLT e recebem, além dos salários, todos os benefícios previstos em lei e outros comuns aos funcionários da RioSaúde.

O processo seletivo da RioSaúde continua com inscrições abertas para médicos, nos editais 046 e 074/2020, pelo link http://prefeitura.rio/rio-saude/processo-seletivo/ .