Comitê de Enfrentamento à Covid-19 recomenda o uso facultativo de máscaras no Rio

Publicado em 07/03/2022 - 13:00 | Atualizado em 07/03/2022 - 14:07
O Comitê liberou o uso de máscara, mas manteve a obrigatoriedade do passaporte vacinal - Arquivo/Prefeitura do Rio

O Comitê Especial de Enfrentamento à Covid-19 (CEEC), da Prefeitura do Rio, recomendou, após reunião nesta segunda-feira (7/3), o uso facultativo de máscaras em ambientes fechados e abertos na cidade. A medida passou a valer a partir da publicação do decreto na edição extra do Diário Oficial do Município. O CEEC observa ainda que pessoas imunodeprimidas, com comorbidades de alto risco, não vacinadas (inclusive crianças) e com sintomas de síndrome gripal devem continuar usando máscaras.

– Atualmente, temos a menor taxa de transmissão de Covid-19 na cidade, desde o início da pandemia. Considerando também que o índice de positividade nos testes para a doença está menor e o número de pessoas internadas corresponde a menos de 1%, o Comitê Científico recomendou a desobrigação do uso de máscara na cidade do Rio também em locais fechados. Vale lembrar que, desde outubro do ano passado, já não era obrigatório o uso de máscara em locais abertos – disse o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

O passaporte vacinal é a única medida restritiva que segue mantida na capital, conforme regra disponível no site coronavirus.rio.

Confira também a última edição do Boletim Epidemiológico da Covid-19.

 

 

Covid-19: Segunda-feira é dia de vacinação e testagem nos postos montados na cidade

  • 7 de março de 2022