Cuidar da Cidade leva ações de zeladoria a 80 ruas de Urucânia, entre Santa Cruz e Paciência

Publicado em 12/09/2019 - 12:33 | Atualizado em 12/09/2019 - 18:24
Cuidar da Cidade em Urucânia, Zona Oeste: mais de 80 ruas com ações de zeladoria. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do RioCuidar da Cidade em Urucânia, Zona Oeste: mais de 80 ruas com ações de zeladoria. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio

O programa de zeladoria Cuidar da Cidade chegou nesta quinta-feira, 12 de setembro, a Urucânia, área localizada entre Santa Cruz e Paciência, na Zona Oeste. Nesta 26ª edição, são dez tipos de serviços oferecidos pelos órgãos municipais em mais de 80 ruas, a partir de 236 chamados feitos por moradores à Central 1746. A maioria das demandas está relacionada a pavimentação, iluminação pública, podas de árvores e drenagem.

– Temos muita coisa para fazer. Por isso, temos mais de 400 homens da Prefeitura trabalhando aqui em Urucânia. Vamos tapar dezenas de buracos, recapear as duas principais vias do bairro, trocar dezenas de lâmpadas, podar árvores e muito mais. Vamos trabalhar muito hoje e nos próximos dias – afirmou o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

Dos mais de 400 funcionários públicos escalados para o mutirão, ao longo dos próximos sete dias, 200 são garis. Vinte veículos, entre eles três caminhões-cestos novos da Comlurb, capazes de fazer podas a até 24 metros de altura, e quatro pás mecânicas foram disponibilizados para o serviço.

Entre as principais ações na região estão a manutenção de pontos de iluminação pública, incluindo a troca de 60 lâmpadas, e a operação tapa-buracos, com 94 buracos a serem extintos, com base em informações do 1746. Pelo menos 50 toneladas de asfalto serão utilizadas no recapeamento das vias, segundo a Secretaria Municipal de Conservação. Trinta e cinco bueiros serão limpos e cerca de 50 árvores, podadas.

Funcionário da Rioluz faz manutenção de poste em Urucânia. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio
Funcionário da Rioluz faz manutenção de poste em Urucânia. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio
Poda de árvore é sempre um serviço muito reivindicado pela população no 1746, e em Urucânia não foi diferente. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio
Poda de árvore é sempre um serviço muito reivindicado pela população no 1746, e em Urucânia não foi diferente. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio
Vacinação contra raiva também oferecida no mutirão do Cuidar da Cidade em Urucânia. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio
Vacinação contra raiva também oferecida no mutirão do Cuidar da Cidade em Urucânia. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio

O prefeito também ordenou que uma praça seja construída num terreno que virou depósito irregular de lixo e entulhos, entre a Escola Primária Vera Lúcia Chaves da Costa e a Paróquia Santa Terezinha. Linhas de ônibus também terão atenção da Prefeitura, em relação a trajetos e horários.

Lindiomar Coutinho Dias, que faz 80 anos na sexta-feira, 13 de setembro, exaltou a importância do mutirão para a comunidade, onde mora com a família há 40 anos.

– O que nós precisamos é disso: uma Prefeitura atuante e sempre presente no bairro, conhecendo de perto nossas necessidades e trazendo soluções, principalmente – comentou Lindiomar.

Lindiomar Coutinho Dias: “O que nós precisamos é disso: uma Prefeitura atuante e sempre presente”. Foto: Hudson Pontes/ Prefeitura do Rio

A diarista Irene Gaia, de 49 anos, disse que ruas mais bem cuidadas representam mais segurança para os moradores.

– Sobretudo para crianças e idosos. Vias sem buracos diminuem as chances de acidentes – destacou.

A moradora Irene Gaia exaltou o mutirão de serviços. Foto: Francisco Edson Alves/ Prefeitura do Rio

Desde que o programa de zeladoria foi criado, em janeiro, diversas áreas, em 22 bairros, já foram beneficiadas com mais de 20 mil ações. Desta vez, os pontos de maior concentração de serviços são a Avenida Devanir José de Carvalho com as ruas João Carlos Haas Sobrinho e Eremias Delizoicov; o cruzamento da Estrada da Boa Esperança com a Rua Cilon Cunha Brum e a Estrada da Boa Esperança, na altura do número 476.

Mais sobre o Cuidar da Cidade

Criado em janeiro pelo prefeito e desenvolvido pela Secretaria Municipal da Casa Civil, em conjunto com o Centro de Operações Rio (COR) e a Central 1746, o mutirão de zeladoria estabelece um calendário de ações que mobiliza órgãos municipais como Secretaria de Conservação (Seconserva), Saúde e Educação; Comlurb; Rioluz; Fundação Parques e Jardins; CET-Rio; Vigilância Sanitária; e Guarda Municipal, entre outros.

O programa Cuidar da Cidade já passou pelos seguintes locais:

ZONA NORTE

– Tijuca/Praça Afonso Pena

– Tijuca/Praça Saens Peña

– Ilha do Governador/Ribeira

– Ilha do Governador/Pitangueiras

– Rocha Miranda

– Méier

– Vigário Geral

– Pavuna

– Penha

ZONA OESTE

– Bangu

– Padre Miguel

– Santa Cruz

– Campo Grande

– Cidade de Deus

– Inhoaíba

– Campo Grande / Conjunto da Marinha

– Vila Valqueire

– Pechincha

– Paciência

– Anil

– Realengo

– Recreio dos Bandeirantes

– Cosmos

– Urucânia

CENTRO

ZONA SUL

– Leblon.