Ações de zeladoria do programa Cuidar da Cidade chegam a Santa Cruz

Publicado em 14/11/2019 - 12:25 | Atualizado em 14/11/2019 - 16:47
Prefeitura inicia ações do Cuidar da Cidade em Santa Cruz - Edvaldo Reis/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, acompanhou nesta quinta-feira, dia 14 de novembro, o início das ações do Cuidar da Cidade na comunidade do Cesarão, em Santa Cruz,  Zona Oeste. As equipes da Prefeitura realizam serviços de pavimentação, drenagem, iluminação pública, poda de árvores e limpeza, entre outros serviços, que envolvem dezenas de servidores de diversos órgãos públicos.

Desta vez, as ações estão concentradas em pelo menos 15 ruas da região, abrangendo, entre elas, a Avenida Cesário de Melo; as Ruas Nove e Um; a Estrada da Pedra; e as Ruas 43 e Projetada E. Nelas moram cerca de 20 mil pessoas.

– Vamos fazer bastante melhorias  aqui. Começa hoje também, por exemplo, a limpeza do valão que corta o bairro. Com o valão limpo não tem mosquito, não tem mau cheiro, não tem mais enchentes. A equipe de Parques e Jardins vai dar uma melhorada também nas vias, assim como a Rioluz. A luta é grande, mas estamos trabalhando – afirmou Crivella.

Desde que o programa de zeladoria foi criado, em janeiro, diversas áreas em 28 bairros já foram beneficiadas com mais de 20 mil ações. No Cesarão, a praça da Rua 51, principal área de lazer e esportiva da comunidade, também receberá melhorias ao longo dos próximos dias. O sistema de iluminação e a restauração de alambrados e pisos estão entre os principais serviços, que incluem ainda podas de arvores, tapa-buracos e recuperação da sinalização viária.

Luiz Carlos Albuquerque defende a reforma das áreas esportivas – Edvaldo Reis/Prefeitura do Rio

– A reforma de áreas esportivas é fundamental para revelação de novos atletas e para manter crianças e adolescentes em projetos voltados para uma formação cidadã, longe da criminalidade – frisou Luiz Carlos Albuquerque, de 56 anos, que há 36 anos mora no bairro, onde preside, com a ajuda da vizinhança, o Luma Futebol Clube, uma escolinha de futebol com 230 jovens.

Dionise Brito Leite, de 60 anos, também destacou as ações da Prefeitura.

– É bom ver que o governo municipal está fazendo a parte dele, através dos impostos que pagamos. Mas é preciso que os moradores também façam a dele. A Comlurb passa aqui recolhendo lixo três vezes por semana, mesmo assim tem muita gente que ainda joga lixo e entulhos  ao redor de escolas e valões – advertiu Dionise.

Mais sobre o Cuidar da Cidade

Criado em janeiro pelo prefeito e coordenado pela Secretaria Municipal da Casa Civil, em conjunto com o Centro de Operações Rio (COR) e a Central 1746, o mutirão de zeladoria estabelece um calendário de ações que mobiliza órgãos municipais como as Secretarias de Infraestrutura, Habitação e Conservação, Saúde e Educação; Comlurb; Rioluz; Fundação Parques e Jardins; CET-Rio; Vigilância Sanitária; e Guarda Municipal, entre outros.

O Cuidar da Cidade atende aos chamados feitos à Central 1746 – Edvaldo Reis/Prefeitura do Rio

 

O programa Cuidar da Cidade já passou pelos seguintes locais:

ZONA NORTE:

– Tijuca/Praça Afonso Pena

– Tijuca/Praça Saens Peña

– Ilha do Governador/Ribeira

– Ilha do Governador/Pitangueiras

– Rocha Miranda

– Méier

– Vigário Geral

– Pavuna

– Penha

 

ZONA OESTE:

– Bangu

– Padre Miguel

– Santa Cruz

– Campo Grande

– Cidade de Deus

– Inhoaíba

– Campo Grande / Conjunto da Marinha

– Vila Valqueire

– Pechincha

– Paciência

– Anil

– Realengo

– Recreio dos Bandeirantes

– Cosmos

 

ZONA SUL:

– Leblon