Prefeitura do Rio interdita dois restaurantes durante fiscalização na Barra da Tijuca

Publicado em 21/06/2020 - 20:07 | Atualizado
Estabelecimentos estavam permitindo o consumo de clientes no local, o que é proibido na Fase 2 do plano de reabertura segura e gradual das atividades econômicas

A Prefeitura do Rio, por meio da Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses, fechou neste fim de semana , 20 e 21/06, dois restaurantes na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade. Os estabelecimentos estavam permitindo o consumo de clientes no local, o que é proibido pelos protocolos de saúde que regulamentam o plano de reabertura segura e gradual das atividades econômicas na cidade. Neste momento, o plano está na Fase 2, que permite a bares e restaurantes abrirem apenas para sistemas de entrega nas modalidades delivery e take away.

Os fiscais da Vigilância Sanitária, com apoio das equipes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), autuaram e fecharam os restaurantes na Avenida Lúcio Costa, nº 8.000, por atenderem os clientes dentro de seus salões.

Os fiscais determinaram a suspensão do atendimento e voltaram ao local por volta das 18h para verificar o cumprimento da determinação. No retorno, flagraram os restaurantes ainda abertos e com clientes dentro, desobedecendo o Decreto Rio Nº 47282, que determina medidas para o combate à pandemia do novo coronavírus.

Os estabelecimentos foram autuados novamente, por reincidência, com aplicação do valor da multa em dobro. Os fiscais aguaradam a saída do último cliente para garantir o fechamento dos espaços.

Cada um dos estabelecimentos recebeu dois autos de infração, respectivamente de R$ 593,56 e R$ 1.187,12, valor dobrado por conta da reincidência.

Ao todo, esquipes da Vigilância Sanitária realizaram 45 inspeções que resultaram em 23 infrações, por motivos como consumo no local ou funcionamento em desacordo com as Regras de Ouro da Prefeitura do Rio.

Link de Fotos: https://www.flickr.com/photos/184860631@N07/albums/72157714806466183