Réveillon: Confira o balanço da atuação dos órgãos municipais na virada do ano

Publicado em 31/12/2021 - 21:25 | Atualizado em 01/01/2022 - 13:45
As equipes da Comlurb logo entraram em ação para limpar a praia de Copacabana, após a virada do ano - Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio de suas secretarias e órgãos públicos, acompanhou toda a celebração da virada do ano e a queima de fogos em dez pontos da cidade. Dez balsas com 14 toneladas de fogos proporcionaram 16 minutos de show pirotécnico em Copacabana. Houve ainda queima de fogos na Praia do Flamengo, Barra da Tijuca, Recreio, Sepetiba, Piscinão de Ramos, Penha, Ilha do Governador, Madureira e Bangu.

Em uma megaoperação de limpeza em todos os pontos de festejo do Réveillon, a Comlurb recolheu 320  toneladas de resíduos, cerca de 50% menor do que o registrado na média histórica. Nos três postos de saúde montados em Copacabana, foram atendidas 111 pessoas, a maioria sofreu pequenos traumas. Além disso, uma operação especial da Secretaria de Ordem Pública (Seop) e da Guarda Municipal coibiu tentativas de roubos e furtos na praia. Também houve ações de fiscalização para verificar a entrada de veículos fretados na capital e de ordenamento no entorno da Rodoviária Novo Rio. No início da noite desta sexta-feira (31/12), o prefeito Eduardo Paes esteve no Centro de Operações (COR), na Cidade Nova, para acompanhar o trabalho das equipes, que prosseguiu durante este sábado (1º/1). Ao longo de toda operação Réveillon, o COR fez o monitoramento das regiões impactadas.

 

Fotogaleria: Veja o show da queima de fogos em dez pontos da cidade

 

A seguir, o balanço de ações municipais na virada do ano:

 

Comlurb

A Comlurb concluiu, na manhã deste sábado (1º/1), a megaoperação de limpeza em todos os pontos de festejo do Réveillon 2022, com a lavagem das pistas da Avenida Atlântica e, consequentemente, a liberação da via à circulação de veículos. A companhia contabilizou 320  toneladas de resíduos removidas, cerca de 50% menor do que o registrado na média histórica de outras viradas de ano novo. Somente em Copacabana, foram coletadas 167 toneladas.

A operação contou com 4.372 garis, distribuídos nos dez pontos de queima de fogos: Copacabana, Flamengo, Barra da Tijuca, Recreio, Praia de Sepetiba, Bangu, Igreja da Penha, Parque Madureira, Ilha do Governador e Piscinão de Ramos, além de outros trechos da orla (Ipanema, Leblon, São Conrado e Arpoador).

 

CET-Rio

Os bloqueios no trânsito para a virada do ano em Copacabana e nos acessos ao bairro foram liberados às 3 horas deste sábado (1º/1). A pista da Avenida Atlântica junto à orla e as outras áreas de lazer da cidade seguem fechadas por conta do feriado deste sábado. Com o fim dos bloqueios, a circulação do transporte público também foi retomada. Os ônibus que estavam com os itinerários alterados voltaram a circular normalmente.

A operação de trânsito montada pela CET-Rio na região de Copacabana e adjacências começou na quinta-feira (30/12), com a proibição de estacionamento na orla. A equipe com 130 homens, usando 23 motocicletas e 20 viaturas operacionais, trabalhou para manter a fluidez do trânsito, coibir o estacionamento irregular, ordenar os cruzamentos, orientar pedestres e efetuar os bloqueios necessários.

 

Ordem Pública

A Secretaria de Ordem Pública (Seop) e a Guarda Municipal registraram na noite desta sexta-feira (31/12), durante a Operação Especial do Réveillon 2022, sete ocorrências de furtos e uma de roubo na praia de Copacabana. Cerca de 20 pessoas foram conduzidas para delegacias da região. A maioria dos crimes foi de furto de telefone celular e houve também o furto de um cordão de ouro. Além disso, cerca de 20 pessoas foram conduzidas para delegacias após ocorrências registradas durante o patrulhamento e diversas abordagens foram feitas no calçadão e na areia

.A operação para esta sexta-feira (31/12) contou com efetivo de 1.432 guardas municipais, sendo 491 atuando em ações de fiscalização e ordenamento do trânsito. Ao todo, 87 reboques auxiliaram as equipes durante a restrição de estacionamento na orla de Copacabana e na fiscalização de irregularidades de trânsito nas vias do entorno.

 As equipes da GM-Rio também realizaram a remoção de cinco estruturas e barracas de camping na orla de Copacabana ao longo do dia 31. Entre os dias 29 e 31, foram registradas 276 infrações de trânsito no bairro de Copacabana, por diversas irregularidades, principalmente estacionamento irregular. Em toda a cidade, foram aplicadas 2.689 multas durante as ações de fiscalização e monitoramento do trânsito.

 

réveillon 2022
Ação da Seop e da GM em Copacabana – Robert Gomes / Prefeitura do Rio

 

Restrição de estacionamento

Às 18h de quinta-feira (30/12) foi iniciada a restrição de estacionamento nas praias de Copacabana, Leme e em seus acessos. Até o fim da tarde desta sexta-feira (31/12) foram removidos 261 veículos por desrespeito às regras de restrição.

Para coibir o cercamento de faixas de areia e do calçadão, a Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização (CLF), vinculada à Seop, fiscalizou 81 estabelecimentos, entre quiosques, restaurantes e hotéis, resultando em 12 notificações para aqueles flagrados cometendo irregularidades. Cerca de 60 grades foram apreendidas nas praias de Copacabana e da Barra da Tijuca. As ações contaram com agentes da Guarda Municipal, da Coordenadoria de Controle Urbano e da Subsecretaria de Operações da Seop.

 

Guarda Municipal

A GM-Rio também atuou em todos os demais pontos de Réveillon da cidade. Na Zona Norte, durante a operação para a queima de fogos no Parque de Madureira, os guardas municipais atuaram no auxílio a uma mulher de 30 anos que teve um aborto espontâneo. Ela acionou as equipes da GM-Rio porque estava se sentindo mal. Os agentes pediram suporte a uma funcionária da Comlurb para acompanhá-la ao banheiro e ela identificou o sangramento. Imediatamente os guardas acionaram o Samu e deram suporte à mulher até a chegada do socorro especializado.

Fiscalização da entrada de veículos fretados

Iniciada na quinta-feira (30/12), a operação para coibir a entrada de veículos de fretamento contou com montados bloqueios em pontos estratégicos de entrada da cidade: Trevo das Missões (Cordovil), Trevo das Margaridas (Irajá) e Avenida Brasil com Rodovia Rio – Santos (Santa Cruz), além da fiscalização em rondas móveis. Em dois dias de operação, foram feitas 142 abordagens, que resultaram no retorno de 14 veículos de fretamento flagrados pelas equipes (seis ônibus e oito vans), além de 21 multas aplicadas por infrações de trânsito e dois veículos removidos para o depósito público. Participaram da ação equipes da Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (CETC) da Seop, em conjunto com a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), o Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio (Detro) e apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar.

 

Ação na Rodoviária

Realizada para coibir o transporte pirata de passageiros no entorno da Rodoviária do Rio, ação feita entre quarta (29/12) e quinta (30/12) resultou na apreensão de cinco veículos de passeio que faziam itinerário para Rio das Ostras, Cabuçu (Nova Iguaçu), Caxias, Nilópolis e Bonsucesso. Além da remoção para o depósito público, os condutores foram multados em R$ 1.858,58 conforme determina o decreto 40.518 de 2015. Participaram desta ação agentes da Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (CETC) e da Gerência de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (GFER).

 

Assistência Social

A Secretaria Municipal de Assistência Social atuou em Copacabana no atendimento a crianças e adolescentes. Ao todo, 40 profissionais realizaram abordagem social, combate ao trabalho infantil e atuaram na proteção de quem estava desacompanhado ou perdido dos pais. A ação começou às 19h de quinta-feira (20/12) e seguiu até as 12h deste sábado (01/12). Até a tarde desta sexta-feira (31/12) foram distribuídas 100 pulseiras.

Vacinação contra a Covid na orla

No último dia do ano, 370 pessoas aproveitaram para se vacinar contra a Covid-19, na tarde desta sexta-feira (31/12), na praia de Copacabana. Os pontos de vacinação funcionaram nos três postos médicos montados pela Secretaria Municipal de Saúde para atender o público que vai passar o Réveillon na praia.

Das 12h às 17h, as pessoas puderam tomar a primeira, a segunda ou a dose de reforço, conforme situação vacinal prévia de cada um. A partir das 17h30, os postos médicos passaram a atender os casos de emergência.

 

Saúde

Nos três postos médicos montados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS-Rio) na orla de Copacabana, das 17h30 do dia 31 às 3h30 do dia 1° de janeiro, foram atendidas 111 pessoas. A maioria delas sofreu pequenos traumas (pancadas, cortes, etc) ou passou mal devido à excessiva ingestão de bebidas alcoólicas.  Onze pacientes com quadros mais graves precisaram ser transferidos para hospitais ou UPAs da rede, entre eles dois homens jovens com ferimentos por arma branca. Eles foram removidos para os hospitais municipais Souza Aguiar e Miguel Couto, receberam os cuidados indicados e tiveram alta.

Os postos da SMS foram montados na Avenida Atlântica na altura da Rua Princesa Isabel, da Praça do Lido e da Rua República do Peru. Durante a tarde, do meio-dia às 17h, as estruturas funcionaram como postos de vacinação contra a cocid-19. Ao todo, 370 pessoas foram imunizadas com a primeira, a segunda ou a dose de reforço, conforme o esquema vacina prévio de cada um.

 

Posto de saúde montado em Copacabana – Edu Kapps / Prefeitura do Rio

 

Veja mais fotos da virada:

 

réveillon 2022
Alexandre Macieira / Prefeitura do Rio

 

réveillon 2022
Alexandre Macieira / Prefeitura do Rio

 

réveillon 2022
Alexandre Macieira / Prefeitura do Rio

 

Queima de fogos marca a virada do ano no Rio. Confira as imagens da chegada de 2022 na cidade