Prefeitura impede show em Campo Grande, na Zona Oeste

Publicado em 05/07/2020 - 16:29 | Atualizado
É o quinto evento interrompido pela Seop em 15 dias. Operações na região acontecem desde sábado, registrando 44 estabelecimentos fechados. Crédito: Divulgação/Seop

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), impediu, na manhã deste domingo, dia 05/07, a realização do evento não autorizado em Campo Grande, na Zona Norte. A festa “Samba na Feira” aconteceria, a partir de meio-dia, em um salão de casa de eventos, na Estrada Rio do A, com apresentação de grupos de artistas. Este é o quinto evento irregular interrompido (vide histórico abaixo) em 15 dias pelas equipes da Seop.

A ação foi deflagrada após investigação do setor de inteligência da Seop, e contou com agentes da Subsecretaria de Operações (Subop) da pasta, guardas municipais e fiscais da Secretaria Municipal de Fazenda, que chegaram, preventivamente, horas antes do início dos shows para evitar a entrada do público. Identificado e orientando a fechar o espaço, o proprietário do imóvel cancelou o evento.

Zona Oeste – As ações da força-tarefa da Prefeitura, coordenada pela Seop, na Zona Oeste suspenderam ainda as atividades de outros 43 estabelecimentos – de 99 fiscalizados -, além de orientar 15 ambulantes não autorizados a se retirar das vias, neste sábado, dia 4. A operação aconteceu ao longo do dia de ontem até a madrugada em áreas de Bangu, Campo Grande e Padre Miguel. O trabalho, que continua neste domingo (dia 5) nas zonas Oeste e Sul, contou com agentes da Guarda Municipal, da Secretaria Municipal de Fazenda, Comlurb e apoio da Polícia Militar.

Na ocasião, as equipes percorreram, pela manhã até o fim da tarde, pontos comerciais de concentração de pessoas – como áreas do calçadão de Bangu e entorno – para fiscalizar cumprimento das regras de ouro (horário de funcionamento, distanciamento e higiene) por parte dos consumidores e comerciantes. À noite, a força-tarefa esteve em regiões de bares e restaurantes, como as da Rua Figueiredo Camargo (Ponto Chic, em Padre Miguel), Rio da Prata e a Praça Mario Valadares, ambas em Campo Grande. Neste período, a maioria dos 23 estabelecimentos fechados desrespeitavam o horário de funcionamento (até 23h) ou provocavam aglomeração. Os agentes também orientaram comerciantes sobre o correto distanciamento das mesas e o uso permitido da via pública.

Histórico de eventos impedidos – No último domingo, dia 28/06 a força-tarefa impediu a realização da festa não autorizada “No sigilo, a resenha”, em Ricardo de Albuquerque, na Zona Norte, que aconteceria em um salão nos fundos de uma casa, na Rua Apa, com apresentação de DJs e churrasco. Já na noite do dia 25, equipes do Disk Aglomeração impediram um evento em Campo Grande, na Zona Oeste: o “Forró de Quinta”, organizado em bar na Rua Filismino de Moura, com direito a estrutura de áudio profissional e área gradeada. No domingo, dia 21, uma festa de rua no bairro Colégio, na Zona Norte, também foi frustrada pelos agentes, e no sábado, dia 20, evitou-se um show (pago) de DJs em sítio particular em Guaratiba, na Zona Oeste.