Projeto Novos Rumos: empresas começam a oferecer vagas para mulheres em situação de violência doméstica 

Publicado em 27/09/2021 - 07:00 | Atualizado em 27/09/2021 - 07:55
Foto: Marcelo Piu / Prefeitura do Riocarteira de trabalho - Marcelo Piu / Prefeitura do Rio

O projeto Novos Rumos acaba de ser criado pela Prefeitura do Rio para inserir mulheres em situação de violência doméstica no mercado de trabalho formal. O foco do programa é promover a autonomia financeira delas e, consequentemente, ajudá-las a encerrar um ciclo de violência. Três empresas demonstraram interesse em participar da iniciativa, inclusive já disponibilizaram vagas para recepcionista e copeira. A assinatura do termo de compromisso está prevista para 6 de outubro.

A iniciativa da Secretaria Municipal de Trabalho e Renda (SMTE), em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado do Rio (TJRJ) e a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Mulher, prevê a entrega de um selo de responsabilidade social às empresas que contratarem mulheres inscritas no projeto. Muitas vítimas de violência doméstica já recorrem ao sistema judiciário em busca de autonomia, emprego e condições de sustento próprio e até dos filhos.

Pesquisa realizada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) no ano passado já alertava para o crescimento de ocorrências de violência doméstica, um possível efeito colateral do isolamento social imposto pela pandemia. Quem está em situação de vulnerabilidade acaba mantendo a convivência com o agressor por não ter renda própria para se manter.

As empresas interessadas em disponibilizar vagas a mulheres vítimas de violência podem entrar em contato pelo e-mail novosrumos.smte@gmail.com.