Prefeitura inaugura primeiro Memorial da Luta da Juventude no enfrentamento à Covid-19

Publicado em 09/01/2021 - 13:59 | Atualizado em 10/01/2021 - 14:33
  • Início/
  • /
  • Prefeitura inaugura primeiro Memorial da Luta da Juventude no enfrentamento à Covid-19
É a primeira ação da Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio), criada na gestão atual Foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, inaugurou neste sábado (09/01), na Cidade de Deus, o primeiro de dez Memoriais da Luta da Juventude no enfrentamento à Covid-19. A homenagem é a primeira ação da Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio), criada na gestão atual para formular e implementar políticas públicas voltadas especificamente para a população jovem da cidade. São mais de 1,5 milhão de cariocas que serão atendidos pela nova pasta.

A reverência foi instalada na Praça Padre Júlio Groten, revitalizada com nova pintura, luz e manutenção do mobiliário em ação conjunta com a Subprefeitura de Jacarepaguá, Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva), Comlurb e Rioluz. Até o dia 15 de janeiro, ainda serão inaugurados mais nove Memoriais da Luta da Juventude: na Maré (dois memoriais), na Vila Kennedy, no Jacarezinho, no Alemão, na Rocinha, na Providência, nos Bancários e em Santa Cruz.

– É muito bom que a gente inicie, neste primeiro fim de semana como prefeito, no exercício pleno das funções, podendo homenagear aquelas pessoas que, em vez de se acomodarem diante da sua tragédia, diante das suas dificuldades, deram-se as mãos, arregaçaram as mangas e foram para a luta. Eu acompanhei os coletivos de comunidades dessa cidade se mobilizando para salvar e ajudar as pessoas neste momento tão difícil, que ainda continua. A diferença é que vocês agora não estarão mais sozinhos. Vocês terão a Prefeitura ao lado e a parceria do poder público para que a gente possa enfrentar esses enormes desafios que temos por aí. Vamos levantar a cabeça e melhorar o astral do Rio. A prefeitura tem, mesmo com restrições orçamentárias, recursos para fazer o básico e dar dignidade às pessoas – declarou Eduardo Paes.

Além da Cidade de Deus, nove locais vão receber as placas de homenagem Foto: Beth Santos/Prefeitura

 

Secretário especial da Juventude Carioca, nascido e criado na Cidade de Deus, Salvino Oliveira destacou a importância da homenagem como ação prioritária dos primeiros 15 dias de governo.

– Os jovens periféricos foram protagonistas na mobilização para reduzir os impactos diretos da pandemia de Covid-19 em seus territórios. É simbólico que nossa primeira grande ação destaque a juventude carioca que já está fazendo acontecer, que está correndo atrás não apenas da sua sobrevivência, mas também dos demais – explicou Salvino.

 

Jovens na periferia

Os locais de instalação dos memoriais foram escolhidos pela proporção de jovens e a forte mobilização deles nestas regiões. De acordo com o Censo Demográfico do IBGE, está concentrada nas favelas e periferias a maior parte dessa faixa etária, principalmente na Rocinha (32%), Maré (29%), Complexo do Alemão (28%) e Jacarezinho (28%).

A JUVRio atuou em parceria com diversos coletivos nas localidades selecionadas para realizar a homenagem. Cria da Cidade de Deus, Ricardo Fernandes faz parte do coletivo Arteiros e coordenou os trabalhos do Frente CDD durante a pandemia, articulando com pessoas, ONGs, projetos e instituições de vários setores e áreas da cidade para redução dos impactos do coronavírus.

Ele vê com bons olhos a iniciativa da secretaria e elogiou o diálogo aberto já de início.

– É uma homenagem muito necessária e importante, fico feliz pela sensibilidade da JUVRio. Esses jovens e coletivos foram essenciais em um momento histórico da humanidade e se colocaram em risco em prol da sobrevivência dos seus – destacou Ricardo.

Idealizadora do coletivo Ligação Cultural, criado há mais de três anos na Cidade de Deus, Samantha Messiades viu seu esforço inicial virar um mutirão para ajudar os moradores da comunidade durante a pandemia. A homenagem veio neste sábado, o que a deixou feliz.

– É interessante ver o poder público reconhecendo isso, vindo dos jovens periféricos e favelados. É uma realização pessoal – comentou.

 

Samantha Messiades feliz com a homenagem Foto: Beth Santos/Prefeitura

 

Roda de conversa com a Saúde

Em conjunto com a inauguração do Memorial, houve ainda uma roda de conversa entre as jovens lideranças da Cidade de Deus e os representantes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para dar orientações e fortalecer o discurso de permanência das ações de combate e enfrentamento da Covid-19. O mesmo vai ocorrer na Rocinha, em Santa Cruz e no Alemão.

  • 9 de janeiro de 2021