Cidade do Rio tem Dia D da segunda dose contra Covid-19 neste sábado

Publicado em 19/11/2021 - 19:34 | Atualizado em 19/11/2021 - 20:34
Vacinação contra a Covid - Fabio Motta/Prefeitura do Rio

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Rio promove neste sábado (20/11) o Dia D de aplicação da segunda dose (D2) da vacina contra a Covid-19. Além de repescagem para aqueles que perderam o prazo previsto para a D2, haverá ainda uma antecipação geral para os cariocas que se dirigirem aos postos, independente da data agendada no comprovante de vacinação.

Para a antecipação da segunda dose, será respeitado o intervalo mínimo entre a primeira dose (D1) e a D2 indicado por cada fabricante. Para a AstraZeneca, o intervalo mínimo é de 12 semanas; quatro para a CoronaVac e três para a Pfizer.

 

– A eficácia da imunização só pode ser garantida após a D2 e este sábado será a grande oportunidade para a população se adiantar e estar logo com a proteção completa. Quem perdeu o prazo e está atrasado para a D2, até mesmo pelas recentes antecipações divulgadas, também poderá aproveitar para colocar em dia. Hoje temos 76% da população carioca total com o esquema vacinal completo, mas ainda podemos avançar e, cada vez mais, retornar à normalidade das atividades na cidade – declarou o secretário de Saúde, Daniel Soranz.

 

Neste sábado, os postos de vacinação receberão o público das 8h às 17h, para o Dia D da D2. A lista dos pontos de vacinação extra e seus horários de funcionamento está disponível em https://coronavirus.rio/vacina.

Além da antecipação geral da D2, os pontos de vacinação também estarão aplicando a dose de reforço (DR) para pessoas com 60 anos ou mais que tomaram a segunda dose há pelo menos 3 meses, pessoas com 18 anos ou mais que tomaram a segunda dose há 5 meses ou mais e pacientes com alto grau de imunossupressão com 12 anos ou mais.

Está garantida ainda a vacinação com primeira dose para quem tem 12 anos ou mais.

Quem vai receber a vacina deve apresentar identificação original com foto, número do CPF e, se possível, a caderneta de vacinação. Para a segunda dose, é importante levar também o comprovante da primeira aplicação.

De acordo com o Ministério da Saúde, pessoas vacinadas com a Janssen devem receber a dose de reforço do mesmo fabricante, respeitando o intervalo mínimo de 5 meses. A aplicação começará assim que o PNI distribuir as doses para a cidade do Rio, o que ainda não aconteceu.

 

Encontre a unidade mais próxima: prefeitura.rio/ondeseratendido

Para mais informações, acesse: coronavirus.rio/vacina

 

  • 19 de novembro de 2021