Prefeitura do Rio faz operação em área de preservação ambiental de Grumari para reprimir ocupação ilegal e venda de terreno pela Internet

Publicado em 29/07/2020 - 12:54 | Atualizado
Operação reprimiu ocupações ilegais no Parque Municipal de Grumari

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, coordenou, na manhã desta quarta-feira, dia 29, uma grande operação para reprimir ocupações ilegais de áreas dentro do Parque Municipal de Grumari. O alvo principal de hoje foi um terreno que estava cercado, com portão, que chegou a ser anunciado para venda numa plataforma digital.

Ao todo, cerca de 20 agentes da Policia Militar, Guarda Municipal, Patrulha Ambiental e Comlurb particparam da operação.

– Grumari é um santuário ecológico dentro da nossa cidade e todo esforço vale a pena pra preservar essa área. A fiscalização vai continuar firme e iniciaremos agora um grande reflorestamento com mão de obra local, anunciou o Secretário Municipal de Meio Ambiente, que liderou a operação conjunta de hoje.

Com a ajuda de máquinas da Comlurb, a operação destruiu cercas e portão que isolavam o terreno para futura construção. Esse mesmo local já tinha sido alvo de uma vistoria da fiscalização da Prefeitura em abril, quando a Patrulha Ambiental recebeu denúncia de desmatamento ilegal. Na ocasião, os agentes interromperam o trabalho de corte de árvores e notificaram os responsáveis.

A operação de hoje não encontrou nenhum responsável no local. Além destruir as cercas e o portão que isolavam o terreno, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente vai fazer o reflorestamento da área com o plantio de mudas de espécies da Mata Atlântica. E, para evitar que nova ocupação seja feita, a Patrulha Ambiental vai fazer ro das diárias no local.