Agentes ambientais e guardas municipais resgatam preguiça e ouriço-cacheiro na Zona Oeste

Publicado em 31/07/2019 - 09:38 | Atualizado em 31/07/2019 - 16:59
Preguiça resgatada por agentes ambientais e da Guarda Municipal no Recreio. Foto: divulgaçãoPreguiça resgatada por agentes ambientais e da Guarda Municipal no Recreio. Foto: divulgação

Agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Guarda Municipal resgataram, na tarde de terça-feira, 30 de julho, uma preguiça encontrada por populares na Avenida Pedro Moura, altura do número 200, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Outra equipe da patrulha ambiental foi acionada para fazer o resgate de um ouriço-cacheiro, que se encontrava no quintal de uma casa na Estrada de Jacarepaguá, no Itanhangá, também na Zona Oeste. Os animais estavam saudáveis e foram levados para o Parque Natural Municipal de Marapendi, onde foram soltos.

Os agentes mostram a preguiça encontrada por moradores e que foi salva na Zona Oeste. Foto: divulgação
Os agentes mostram a preguiça encontrada por moradores e que foi salva na Zona Oeste. Foto: divulgação

– O resgate desses animais vivos é uma alegria para nós. Cada vez mais o homem disputa espaço com eles. O resgate de espécies como o bicho-preguiça, por exemplo, é muito comum, e elas correm risco de vida quando saem de seu habitat. Cuidar do meio ambiente é a forma mais simples e preciosa que temos para defender a nossa própria espécie – declarou o secretário municipal de Meio Ambiente, Marcelo Queiroz.

O ouriço já devidamente protegido, logo após ter sido resgatado pelas equipes da Prefeitura do Rio. Foto: divulgação
O ouriço já devidamente protegido, logo após ter sido resgatado pelas equipes da Prefeitura do Rio. Foto: divulgação

Se encontrar um animal silvestre, saiba como proceder

A Secretaria de Meio Ambiente orienta a população a acionar os agentes ambientais por meio da Central 1746, caso flagrem animais silvestres em área urbana na cidade do Rio ou em qualquer situação de risco fora do seu habitat, para um resgate seguro.

Atenção: o manuseio não é aconselhável, e muito menos tentar afugentá-los, pois isso pode agravar qualquer lesão que os animais apresentarem.

A Central 1746 funciona 24 horas.