Programa Territórios Sociais leva ação de cidadania a 1,4 mil moradores do Complexo do Alemão

Publicado em 03/09/2019 - 16:35 | Atualizado em 03/09/2019 - 16:38
O Complexo do Alemão, na Zona Norte, recebeu ação do programa Territórios Sociais no último dia de agosto. Foto: divulgação / IPPA medida é um cuidado preventivo à saúde das famílias que serão cadastradas e dos trabalhadores que farão a coleta dos dados. Foto: divulgação / IPP

A Prefeitura do Rio de Janeiro, em parceria com a ONU-Habitat, promoveu no dia 31 de agosto a primeira ação social da nova fase do Programa Territórios Sociais, que vai beneficiar 420 mil pessoas de comunidades cariocas. Realizada no Complexo do Alemão, a ação contou com o apoio do Detran-RJ e da Fundação Leão XIII. Foram atendidos mais de 1.400 moradores, com serviços desde o acesso à documentação civil até a inscrição para o Programa Minha Casa Minha Vida.

– O grande objetivo dessa iniciativa é trazer para mais perto da comunidade os serviços de que ela mais necessita, promovendo o direito à cidade para as famílias que, por algum motivo, ainda estão invisíveis para a rede municipal – explicou Andrea Pulici, coordenadora de Projetos Especiais do Instituto Pereira Passos (IPP) e representante do IPP no programa.

O Complexo do Alemão, na Zona Norte, recebeu ação do programa Territórios Sociais no último dia de agosto. Foto: divulgação / IPP
O Complexo do Alemão, na Zona Norte, recebeu ação do programa Territórios Sociais no último dia de agosto. Foto: divulgação / IPP

Entre os serviços mais procurados no território, está a isenção para a 2ª via de certidão de nascimento, casamento e óbito, com 162 atendimentos, e aqueles relacionados a emprego e renda, que somaram 157 atendimentos, incluindo emissão de carteira de trabalho, inscrições no Programa Jovem Aprendiz e encaminhamento para entrevista de emprego.

O Complexo do Alemão, na Zona Norte, recebeu ação do programa Territórios Sociais no último dia de agosto. Foto: divulgação / IPP
O Complexo do Alemão, na Zona Norte, recebeu ação do programa Territórios Sociais no último dia de agosto. Foto: divulgação / IPP

Os moradores participaram, ainda, de ações de promoção da saúde, como orientações sobre a prevenção de infecções sexualmente transmissíveis, saúde bucal, tabagismo, além de sessões de auriculoterapia e massoterapia.

Todos os grandes complexos que fazem parte dessa segunda etapa do Programa Territórios Sociais serão contemplados por essa ação social, realizada de forma integrada pelo IPP, Secretaria Municipal da Casa Civil, Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação, Secretaria de Saúde, Secretaria de Educação e Secretaria de Infraestrutura e Habitação.

  • 3 de setembro de 2019