Hospital de campanha do Riocentro, para pacientes da Covid-19, está com 85% de suas obras concluídas

Publicado em 07/04/2020 - 19:30 | Atualizado em 07/04/2020 - 20:24
O Hospital de Campanha no Riocentro já está om 85% das obras concluidas. Divulgação/Prefeitura do Rio de Janeiro
Com 85% das obras prontas, o hospital de campanha do Riocentro, na Barra da Tijuca, que está sendo construído pela Prefeitura do Rio de Janeiro, terá 500 leitos para pacientes com o novo coronavírus, sendo 400 de clínica médica e 100 de UTI. Os leitos já começaram a ser instalados. Haverá também um pequeno centro cirúrgico. A unidade funcionará no Pavilhão 3 do centro de convenções.

 

Um dos leitos do Hospital de Campanha no Riocentro. Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio
Um dos leitos do Hospital de Campanha no Riocentro. Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio

A RioSaúde, gestora do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla (unidade de referência para tratamento da Covid-19), assumirá a gestão do hospital de campanha e fará contratações emergenciais, por tempo determinado, de 1.355 profissionais de saúde.


Quando o hospital de campanha entrará em operação?


Quando o Ronaldo Gazolla atingir 70% de sua capacidade de ocupação, será iniciada a operação no hospital de campanha do Riocentro.

 

Hospital de campanha no Riocentro terá 500 leitos. Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio
Hospital de campanha no Riocentro terá 500 leitos. Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio


Vigilância Sanitária fará ação de segurança alimentar


O prefeito Marcelo Crivella determinou, e a Subsecretaria de Vigilância Sanitária fará um trabalho de prevenção em segurança alimentar e vigilância sanitária, especificamente para trabalhadores e futuros pacientes do hospital de campanha.

Uma equipe multidisciplinar da subsecretaria está acompanhando as obras, dando orientações sobre normas sanitárias e processos de segurança para prevenção de riscos à saúde.