Guardas prendem casal por injúria racial contra profissional do hospital veterinário Jorge Vaitsman

Publicado em 14/02/2022 - 16:03 | Atualizado

Guardas municipais do Grupamento de Operações com Cães (GOC) atuaram, na manhã desta segunda-feira (14/2), em uma ocorrência de injúria por preconceito racial contra uma funcionária de 21 anos do Instituto Municipal de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman, na Mangueira, Zona Norte do Rio. O crime foi praticado por um casal que buscou atendimento para seu cachorro de estimação no hospital.

O hospital fica no mesmo quarteirão da base do canil  da GM e os agentes foram acionados logo após o crime. A funcionária do instituto relatou aos guardas que o casal não gostou de uma orientação passada pela recepcionista quanto à necessidade de retirar a senha para atendimento. Ainda de acordo com a funcionária, o casal se exaltou e começou a gritar palavrões e a proferir os insultos racistas.

Além da vítima, o casal foi levado para a 17 ª DP (São Cristóvão), onde o caso foi registrado como injúria por preconceito racial.

 

  • 14 de fevereiro de 2022