Guarda Municipal realizou mais de 11 mil ações na cidade desde o início da pandemia

Publicado em 06/08/2020 - 18:27 | Atualizado
Entre as medidas, a fiscalização sanitária e a conscientização da população. Foto: Divulgação

A Prefeitura do Rio, por meio da Guarda Municipal, realizou 11.346 ações na cidade desde o início da pandemia do novo coronavírus entre os meses de março e julho. Diversas ações operacionais preventivas, sociais e de fiscalização foram implementadas pela Prefeitura do Rio e operadas pela GM-Rio para reduzir ou evitar o contágio da Covid-19.

Entre as medidas está a fiscalização do uso de máscaras de proteção facial, que são obrigatórias na cidade; os bloqueios parciais em centros comerciais de 13 bairros; o atendimento de denúncias do Disk Aglomeração; a orientação de passageiros nas estações do BRT para evitar aglomeração; as ações nas praias sobre a proibição da permanência de banhistas na areia, a fiscalização nas trilhas das praias selvagens de Barra de Guaratiba (Meio, Perigoso, Conchas e Pedra da Tartaruga), entre outras.

Uma das ações realizadas pela Guarda Municipal é a constatação de infrações sanitárias em apoio a Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses (Subvisa). Já foram aplicadas 3.923 multas em 57 dias de fiscalização. Desse total, 3.039 (77,47%) foram pela falta do uso de máscaras de proteção facial. Até o momento, foram registradas a condução de 44 pessoas para delegacias da cidade por desacato, desobediência e resistência durante a fiscalização sanitária feita pelos guardas municipais nas ruas. Desse total, 21 foram detidos por se recusarem a apresentar documento de identificação após serem multados por descumprirem o decreto que obriga o uso de máscara de proteção facial.

Outra ação de combate ao novo coronavírus foi o reforço na fiscalização das trilhas e das praias selvagens de Barra de Guaratiba, Zona Oeste, durante os fins de semana para evitar aglomerações. Ao todo, já foram retiradas cerca de 1.500 pessoas das praias da região desde o dia 15 de maio. Os agentes cumprem as determinações previstas pelo decreto 47.282, de 21 de março de 2020, que estabelece uma série de medidas para evitar a propagação da covid-19.

Em mais uma iniciativa para reduzir aglomerações, a GM-Rio operou o bloqueio de 13 áreas comerciais que registraram grande movimento de pessoas durante o período de isolamento. Os bloqueios foram realizados na parte central dos bairros de Madureira, Santa Cruz, Cascadura, Méier, Pavuna, Tijuca, Barra de Guaratiba, Realengo, Taquara, Freguesia, Grajaú, além dos calçadões de Bangu e Campo Grande. A operação resultou em 491 ações de isolamento de áreas públicas com fechamento de ruas e restrição de circulação de pessoas e veículos.

Durante o patrulhamento de rotina na cidade, foram realizados 433 auxílios ao público, entre eles a condução para hospitais e postos de saúde de pessoas vítimas de acidentes em via pública, orientações para evitar situações de risco, entre outras medidas. A Guarda Municipal também realizou 2.542 ações de conscientização em toda a cidade para alertar a população sobre os cuidados necessários para evitar o contágio da Covid-19. Para isso, 65 viaturas foram adaptados para emitir mensagens sonoras e as ações são realizadas em locais com grande concentração de pessoas, como os calçadões das praias, estações do BRT, centros comerciais e praças movimentadas. Com isso, são levadas aos cidadãos mensagens com objetivo de reduzir aglomerações, estimular o uso de máscaras e reforçar as medidas de isolamento social e de higienização de mãos.

A instituição também trabalha em apoio a outros órgãos durante a pandemia, entre eles as secretarias municipais de Ordem Pública (SEOP), de Fazenda (SMF), de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASH), de Saúde (SMS), Subsecretaria de Vigilância Sanitária (Subvisa), Comlurb, além do Governo do Estado. Esse apoio gerou 665 ações na cidade, entre elas o fechamento de ruas para operações de desinfecção de locais feitas pela Comlurb e pelo Exército, atendimento e acolhimento de pessoas em situação de rua e o apoio durante a campanha de vacinação contra a gripe nos postos de saúde e nos locais onde ela ocorreu no sistema drive-thru nos bairros do Catete, Estácio, Riocentro, Barra de Tijuca e Campo Grande.

Em apoio à Seop, a Guarda Municipal foi acionada 1.584 vezes para atender denúncias da população registradas no Disk Aglomeração, serviço criado para receber solicitações sobre grande concentração de pessoas em locais públicos, estabelecimentos comerciais e festas e eventos sem autorização do poder público.

A Guarda Municipal também adotou medidas internas visando a proteção dos servidores, como a aquisição de máscaras, álcool em gel e itens de limpeza, e firmou parceria com a Comlurb para a higienização interna de todas as unidades operacionais e a sede de São Cristóvão. Outra parceria, com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), viabilizou a doação para a instituição de 587.700 máscaras de proteção e 23.427 frascos de álcool em gel 70%, cada um com 500 ml, além de 5.857 caixas de luvas descartáveis para esta terça-feira, dia 30. Além do reforço na proteção do efetivo, as máscaras de proteção também são distribuídas à população que não tem o item de proteção durante a operação “Blitz da Vida” e também no patrulhamento de rotina.

Ainda na área social, a GM-Rio lançou o projeto “Abraço Musical”, realizado pela Banda Sinfônica com o objetivo de levar alegria a moradores que cumprem isolamento social em casa e aos profissionais de saúde, que estão na linha de frente no atendimento dos pacientes em hospitais municipais. Já foram realizadas apresentações em 40 bairros da cidade e oito lives transmitidas ao vivo pelo Instagram (@gmrio.oficial) com homenagens a gêneros músicas, como o samba, chorinho, jazz, trilhas de cinema, entre outras.