Mês da pessoa idosa é encerrado com desfile para combater a discriminação por idade

Publicado em 31/10/2023 - 20:04 | Atualizado em 31/10/2023 - 23:12
Modelo participa do Desfile da C-Idade: Sabedoria sem Idade - Divulgação

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal do Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, realizou nesta terça-feira (31/10) o “Desfile da C-Idade: Sabedoria sem Idade” com a nova coleção do estilista Almir França, um ícone da moda sustentável. O desfile foi aberto ao público e gratuito, contando com a participação de 40 modelos da Casa de Convivência Naná Sette Câmara, localizada em São Conrado, e com dez modelos profissionais, quatro mulheres trans jovens e uma pessoa idosa trans de 61 anos.

O evento, no Museu Histórico da Cidade, na Gávea, celebrou a sabedoria que a idade traz e, ao mesmo tempo, reforçou o combate ao idadismo, uma forma de discriminação que se baseia na idade. As roupas usadas foram retalhos de fábricas e de uniformes das empresas Enel, Grupo Cataratas e Grupo Soma.

Neucilia de Oliveira Martins, de 81 anos, moradora da Rocinha, falou sobre o que sentiu ao desfilar pela primeira vez:

– Foi uma oportunidade incrível para mostrar que a beleza não tem idade, e que todos nós merecemos ser valorizados por quem somos.

Além disso, o desfile comemorou o vigésimo aniversário do Estatuto da Pessoa Idosa. Para o secretário Junior da Lucinha, a ação representa um avanço importante na batalha contra o preconceito etário:

– Esta iniciativa é um passo significativo em nossa luta contra o idadismo. Queremos destacar o valor da experiência e da sabedoria que as pessoas idosas têm a oferecer.

O renomado estilista Almir França desempenhou um papel fundamental na curadoria do evento, junto com a colaboração do Senai Cetiqt. O desfile destacou a beleza e a moda de todas as idades, desafiando estereótipos e promovendo a igualdade.

Almir contou como foi o preparo com as modelos:

– Uma coleção que pensa uma roupa sem tempo. Inspirado em corpos naturais, com formas individuais, sem gênero, cor ou forma. Nada mais atual do que essas mulheres que ainda sonham com a vida e brincam de ser modelos de si mesmas. Poder trabalhar com elas para esse projeto foi a experiência de me arriscar. Elas que me adoraram e apontaram para uma nova passarela.

Nesta quarta-feira (01/11), as modelos serão contempladas com um passeio na Roda Gigante Yup Star, no Porto Maravilha.

Pular para o conteúdo