Na volta às aulas, escolas da rede municipal terão mais segurança com novo protocolo de prevenção contra incêndio

Publicado em 01/08/2019 - 14:42 | Atualizado em 02/08/2019 - 14:11
  • Início/
  • /
  • Na volta às aulas, escolas da rede municipal terão mais segurança com novo protocolo de prevenção contra incêndio
Na volta às aulas na Rede Municipal de Ensino, escolas terão mais segurança com novo protocolo de prevenção contra incêndio

Na volta às aulas, escolas terão mais segurança com novo protocolo de prevenção contra incêndioNa próxima segunda-feira, 5/8, mais de 640 mil estudantes da rede municipal de Ensino do Rio voltam às aulas após as férias do meio do ano. Para garantir mais segurança, a Secretaria Municipal de Educação, em parceria com outros órgãos municipais, já treinou mais de 2 mil profissionais em protocolos de prevenção, escape e combate a incêndio. Esta iniciativa é desenvolvida pela SME em conjunto com a Defesa Civil, Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Ordem Pública e o Centro de Operações Rio (COR). Outras ações serão implementadas para facilitar o acesso de estudantes, como operações de trânsito junto a escolas para minimizar impactos na fluidez e promover o ordenamento do tráfego. Também será retomada na segunda-feira, às 7h, a Operação Volta às Aulas da Guarda Municipal. A ação conta com um esquema especial de trânsito e ações socioeducativas realizadas junto a unidades da rede municipal. A operação contará com atividades do Grupamento da Ronda Escolar, incluindo ações diárias dos patrulheiros nas unidades, além de atividades socioeducativas.

Sobre os protocolos de prevenção, escape e combate a incêndio, o próximo passo, com o fim do recesso, será uma construção coletiva, entre as unidades escolares, para a implementação de programas que serão definidos como padrão e determinantes em situações de emergência.

Na volta às aulas na Rede Municipal de Ensino, escolas terão mais segurança com novo protocolo de prevenção contra incêndioNa primeira etapa do programa – formações nas ações de primeira resposta para prevenção e combate a incêndio e treinamento de escape – os servidores de referência das Coordenadorias Regionais de Educação e profissionais das escolas foram treinados e sensibilizados. Cada um escolheu dentro da sua equipe um profissional que será responsável por pesquisar o tema, concentrar as informações e receber as contribuições dos colegas para elaborar o mapa de escape. Esse mapa é um planejamento que contempla as informações essenciais para situações de perigo que envolvem fogo e fumaça, como o número de saídas e a rota de fuga que serão seguirão dentro de cada pavimento das edificações.

Materiais de apoio como vídeos, cartilha e uma palestra do Corpo de Bombeiros nas escolas fizeram parte do processo de formação dos servidores de referência das unidades escolares e CREs, entre os meses de dezembro de 2018 e abril de 2019. A partir de agora, as unidades escolares com profissionais já treinados irão reconhecer em suas edificações os elementos de segurança e planejar, em conjunto, os protocolos que garantirão as melhores estratégias em situações atípicas, mas que necessitam de ações imediatas. A criação destes protocolos e mapas seguem a especificidade de cada unidade escolar.

Novas ações da SME

Visando dar continuidade e ampliar esse trabalho, a SME vai criar, neste semestre, o Núcleo Estratégico de Educação Preventiva (NEEP). Uma equipe de profissionais que já atua com o protocolo de prevenção e combate a incêndio irá desenvolver novas ações, como um protocolo de prevenção e primeiras ações em situações de desastres naturais. Em breve, as unidades escolares também receberão treinamento de primeiros socorros.

Mais segurança

Em parceria com a Guarda Municipal, o patrulhamento preventivo no entorno e no interior das unidades de ensino é realizado com foco no atendimento a chamados emergenciais das direções das escolas, como nos casos de alunos acidentados, pessoas suspeitas no entorno das unidades escolares e ainda em casos de atritos internos. Já as atividades socioeducativas são realizadas com palestras e atividades lúdicas.

Voltadas para o primeiro segmento, as atividades lúdicas tratam temas como a convivência sem violência, o combate à dengue e orientações para o trânsito, visando incentivar o desenvolvimento da cidadania entre as crianças. As palestras, com foco nos adolescentes, abordam desde questões relacionadas à sustentabilidade até prevenção às drogas e à violência. Também são realizadas palestras para o corpo docente e para os pais e responsáveis.

No primeiro semestre de 2019, os patrulheiros realizaram 26.981 visitas às unidades escolares e atenderam a 1.091 chamados emergenciais. Já em relação as ações socioeducativas, foram realizadas 313 palestras e 350 atividades lúdicas.