Defesa Civil participa de intercâmbio virtual sobre mudanças climáticas com cidades da África do Sul e das Filipinas

Publicado em 27/10/2021 - 19:50 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Defesa Civil participa de intercâmbio virtual sobre mudanças climáticas com cidades da África do Sul e das Filipinas
Reprodução

A Defesa Civil do Rio participou na manhã desta quarta-feira (27/10) de um encontro virtual promovido pelo C-40 CITIES, que reúne um grupo de grandes cidades mundiais comprometidas com as mudanças climáticas, entre elas o Rio. Na ocasião, foi realizado um intercâmbio com as principais experiências sobre sistemas de alerta e alarme de proteção comunitária, sobretudo os relativos a eventos de inundações e alagamentos, entre as cidades do Rio de Janeiro, Quezon, nas Filipinas e Joanesburgo, na África do Sul.

Durante a reunião foram compartilhados conhecimentos e práticas sobre as ações para prevenção de desastres na cidade, como as sirenes do Sistema de Alerta para Chuvas Fortes, que completou dez anos. O principal assunto debatido foi a questão dos alagamentos e das inundações, e a cidade do Rio trabalha na elaboração de um sistema para emissão de alertas para essa situação, como já acontece com as áreas sujeitas a deslizamentos. Para isso, a Defesa Civil, a Fundação Rio-Águas e o Instituto Pereira Passos (IPP), em parceria com a Agência Especial Americana (NASA), iniciaram estudos e pesquisas para desenvolver esse gatilho para áreas com risco de inundações e alagamentos, se destacando entre elas os bairros de Acari, Fazenda Botafogo, Coelho Neto e Guaratiba (Jardim Maravilha).

Além disso, foram abordadas ações que já são realizadas pelo órgão, como a capacitação dos Núcleos Comunitários, que contam com pessoas engajadas para atuação em áreas vulneráveis; o projeto de Voluntariado que no último sábado (23/10) retornou às atividades presenciais; a capacitação de quem está próximo a áreas vulneráveis, como  agentes de saúde; a administração dos pontos de apoio, locais para onde as pessoas são levadas após o acionamento das sirenes, entre outras ações.

Para apresentar as iniciativas existentes na cidade do Rio, participaram da reunião o subsecretário de Proteção e Defesa Civil, Rodrigo Gonçalves, o superintendente Administrativo, Lauro Botto, o Coordenador de Estudos Pesquisas e Treinamentos (COEPT), Alexander Araújo, o Gerente de Planejamento e Pesquisas, Orlando Sodré e a assessora de Assuntos Internacionais da Defesa Civil, Lívia Lomar. Também participaram da conferência o coordenador de Informações da Cidade, vinculado ao Instituto Pereira Passos (IPP), Felipe Mandarino e os engenheiros da Fundação Rio-Águas Patrícia Montezuma e Marlon Álvarez.

O C40 CITIES é formado por 97 grandes cidades do mundo que estão conectadas e empenhadas em estabelecer iniciativas para conter as consequências das mudanças climáticas, tendo como base o Acordo de Paris, assinado em 2016 e que estabelece uma série de medidas para reduzir o efeito estufa e combater o aquecimento global. Diversas discussões sobre o tema estão acontecendo em todo mundo tendo como base a realização da COP26, Conferência das Nações Unidas Sobre Mudanças Climáticas, que acontece em Glasgow, na Escócia, a partir do próximo domingo, dia 31.

  • 27 de outubro de 2021