Prefeitura inaugura ciclovia Alfredo Sirkis no Leblon

Publicado em 12/07/2021 - 07:05 | Atualizado em 12/07/2021 - 07:08
A ciclovia é uma homenagem ao ambientalista Alfredo Sirkis - Prefeitura do Rio

A Prefeitura inaugurou neste domingo (11/07) a ciclovia Vereador Alfredo Sirkis, na Zona Sul, em homenagem ao ambientalista falecido há cerca de um ano. A homenagem contou ainda com uma ‘bicicleata’ promovida pelos familiares e amigos de Sirkis e o plantio de uma muda de Pau-Brasil, doada pela Fundação Parques e Jardins.

No mês passado, a Câmara Municipal aprovou a Lei 6.955/2021, que alterou o nome de Ciclovia do Leblon para Ciclovia Vereador Alfredo Sirkis. Na placa descerrada uma importante informação: Sirkis foi o responsável pela criação da malha cicloviária da cidade do Rio. O ambientalista foi também o primeiro secretário municipal de Meio Ambiente, em 1993.

 

– Nada mais justo que a ciclovia do Leblon seja chamada de Vereador Alfredo Sirkis. Ele foi o criador da malha cicloviária do Rio de Janeiro, uma cidade com belas paisagens que convidam a pedalar, especialmente na orla. É com grande satisfação que prestamos essa homenagem – disse a secretária de Conservação, Anna Laura Secco.

 

– Sirkis é um grande exemplo. Deixou um grande legado político e como gestor público. Não tem uma intervenção ambiental que a gente faça na cidade sem lembrar dele – completou o presidente da Fundação Parques e Jardins, Fabiano Carnevale.

 

A cerimônia de homenagem contou também com o apoio da Subprefeitura da Zona Sul e das secretarias municipais de Meio Ambiente e de Conservação, que ficou responsável pela instalação da placa da ciclovia, em um totem de concreto, no Espaço Zózimo Barrozo do Amaral, localizado na subida da Avenida Niemeyer, no Leblon.

O evento teve a presença dos filhos de Sirkis, Guilherme e Anna, da viúva Ana Borelli e da subprefeita da Zona Sul, Ana Ribeiro.

 

– Meu pai tinha um amor imenso pelo Rio. Trabalhou e lutou muito pela nossa cidade. Vamos fazer de tudo para que ele não seja esquecido – afirmou, emocionada, Anna Sirkis.

  • 12 de julho de 2021