Professores da Rede Municipal de Ensino ganham Prêmio Light nas Escolas

Publicado em 24/11/2020 - 15:31 | Atualizado em 24/11/2020 - 18:13
Projeto “Meninos do mangue” foi o grande vencedorProjeto “Meninos do mangue” foi o grande vencedor. Crédito: Andrea Nestrea/Divulgação

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Educação, comemora mais uma conquista de seus profissionais. Três professores da Rede Municipal de Ensino conquistaram os primeiros lugares do Prêmio Light nas Escolas. Com o projeto “Meninos do mangue”, Claudia Ernest, da Escola Municipal Vieira Fazenda, em Barra de Guaratiba, foi a grande vencedora.

Em segundo lugar ficou Jessica Carvalho, do Espaço de Desenvolvimento Infantil Ana de Barros Câmara, em Coelho Neto, e o terceiro ficou com Edson Borges, da Escola Municipal Medalhista Olímpico Diego Matias Hypolito, em Inhoaíba. A votação dos trabalhos foi realizada pelas redes sociais do Centro Cultural Light.

– O projeto “Meninos do mangue” visa o estudo do bioma do manguezal, a flora, a fauna e o movimento das marés. E, sobretudo, a valorização dos meninos, que estudam na escola e também são catadores de caranguejo. São filhos e netos de pessoas que, ainda em 2020, vivem da extração de caranguejo – explica a professora Claudia Ernest, em um vídeo sobre o projeto.

Todos os anos, a Secretaria Municipal de Educação, por meio da Coordenadoria de Projetos de Extensão Curricular (CPEC), incentiva a participação no prêmio de escolas da rede com trabalhos de sustentabilidade e consumo consciente de energia elétrica.

De acordo com a coordenadora do Programa Educativo Cultural da Light, Estela Alves, neste ano houve um novo desafio por conta da pandemia.

– Foi tudo feito por rede social. Os professores vão ganhar um celular, kit de apoio à gravação de vídeos, com conjunto de lentes, tripé e anel de luz (ring light) para celular, livro “O Manual do Mundo” e óleos essenciais para relaxar – afirma Estela, acrescentando que o Museu da Light está sendo reformado e assim que a pandemia acabar voltará receber a visita dos alunos.

O trabalho dos professores consistiu na gravação de um vídeo de até três minutos contando como cada um lecionou sobre educação ambiental em 2020. Eles marcaram o @centroculturallight e a hashtag #premiolightnasescolas para a votação.

Confira o vídeo:

  • 24 de novembro de 2020