Prefeitura homenageia Aldir Blanc em videoclipe com alunos do programa Orquestra nas Escolas

Publicado em 28/05/2020 - 18:29 | Atualizado em 28/05/2020 - 18:29
Estudantes-músicos da rede municipal tocaram, virtualmente, “O bêbado e o equilibrista”. Foto: Divulgação / Prefeitura do RioEstudantes-músicos da rede municipal tocaram, virtualmente, “O bêbado e o equilibrista”. Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio
A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Educação, faz uma homenagem especial a um dos maiores músicos do Brasil, Aldir Blanc. Em uma ação virtual, a SME lança nesta sexta-feira, 29/5, às 12h, um clipe de “O bêbado e a equilibrista “, clássico do consagrado cantor e compositor, numa parceria com João Bosco, em vídeo protagonizado por 45 estudantes do município que fazem parte do programa Orquestra nas Escolas. O vídeo será lançado nas redes sociais do programa e no site da SME. Os jovens são integrantes da Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca e do Coro Laboratório Orsina da Fonseca, sob regência do maestro Anderson Alves.

Na gravação, o isolamento social é mantido. Cada aluno toca e canta de sua casa, respeitando o distanciamento exigido pela quarentena. A partir da edição, é garantida a harmonia musical, com a união dos trechos de cada intérprete até a composição do arranjo final. A homenagem é continuidade de uma parceria entre a Orquestra e grande grandes compositores e intérpretes da música brasileira, como João Bosco. O artista dividiu o palco do Theatro Municipal do Rio em 2019, com os instrumentistas e cantores do programa.

A violinista e integrante da Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca, Kaylane de Almeida, de 13 anos, está isolada em casa, mas, mesmo assim, não deixa de praticar. Para ela, a iniciativa da Orquestra Virtual tem sido muito estimulante.

— Tem sido um grande desafio, porém, é muito gratificante saber que ainda podemos tocar em meio a tudo o que está acontecendo. Posso continuar com meus estudos e levar música virtualmente para as pessoas neste momento tão delicado — conta a aluna fã de Aldir Blanc e João Bosco.

Para a coordenadora geral do Programa Orquestra nas Escolas, Moana Martins, o trabalho desenvolvido com os alunos das escolas municipais e implantado na gestão do prefeito Marcelo Crivella promove a democratização cultural, em que as crianças e jovens se expressam e comunicam suas ideias.

— Cultura é aquilo que a gente cultiva e desenvolve como povo. Então, se é uma expressão que comunica, dialoga e traz a imaginação, é algo que agrega valor para nós — comenta.

A Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca é composta por alunos das escolas municipais de todas as regiões da cidade e é o maior braço do programa. Já a Coro Laborário Orsina da Fonseca, é formado por alunos-cantores da Escola Municipal Orsina da Fonseca, na Tijuca.


A Orquestra Virtual


A Orquestra Virtual foi criada pelo Programa Orquestra nas Escolas para promover apresentações musicais em que os alunos tocam e cantam de suas casas, sob a orientação de professores e maestros. A cada semana são lançados novos vídeos, com diferentes formações. Cerca de 200 alunos, integrantes de orquestras e coros, já participaram do projeto, tocando músicas como Amanhã, de Guilherme Arantes, Aquarela, de Toquinho, Preta Pretinha, de Moraes Moreira, Enquanto houver sol, dos Titãs, Fico assim sem você, de Abdullah e Trem das Onze, de Adoniran Barbosa e Medley de clássicos do Funk, com DJ Malboro.
Link para fotos e vídeo:
https://www.flickr.com/photos/188084983@N05/albums/72157714492193252