Prefeitura entrega mais equipamentos modernos ao Hospital Municipal Francisco da Silva Telles

Publicado em 20/07/2020 - 13:25 | Atualizado em 20/07/2020 - 13:26
O Hospital Municipal Francisco da Silva Telles, em Irajá. Foto: Marco Antonio Rezende / Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, entregou nesta segunda-feira, 20/07, novos equipamentos para modernização tecnológica do Hospital Municipal Francisco da Silva Telles (HMFST), em Irajá. A unidade receberá mais 18 aparelhos: seis monitores, seis respiradores, um foco cirúrgico móvel com lâmpada de LED, um aparelho de ultrassonografia, duas mesas cirúrgicas, uma termodesinfectora e um esterilizador.

Os equipamentos são fruto de um investimento de mais de R$ 370 milhões da atual gestão para estruturar e modernizar as unidades municipais de saúde. Foram comprados mais de 18 mil itens, entre eles 27 tomógrafos – um deles instalado no HMFST e que já realizou mais de mil exames desde o início do ano. O hospital também recebeu 40 novas e modernas camas e duas autoclaves.

– No ano passado, a gente encomendou 170 toneladas de equipamentos, sem saber que íamos sofrer essa pandemia de covid. Com isso, estamos podendo ajudar não só o Rio de Janeiro, mas várias cidades do estado. Para o Hospital Silva Telles estamos trazendo eletrocardiógrafos, monitores. Já trouxemos, no início do ano, tomógrafo. Fizemos mais de mil tomografias. Olha a importância de detectar uma pneumonia viral no começo e tratar esse doente. Por isso o Rio, nos levantamentos, é a capital que melhor controlou a pandemia. Temos que ressaltar também a curva de aprendizagem dos nossos médicos, que hoje dominam perfeitamente essa doença. E mais, estamos fazendo o tratamento precoce. Tudo isso junto faz do Rio um exemplo para todo o pais – disse Crivella.

Outros hospitais também beneficiados

Além do Francisco da Silva Telles, já receberam novos equipamentos os hospitais Ronaldo Gazolla, de campanha, Barata Ribeiro, Miguel Couto, Salgado Filho, Rocha Faria, Pedro II, Lourenço Jorge, Rocha Maia e Jesus, as maternidades Leila Diniz e Fernando Magalhães e as unidades CER da Barra e do Leblon.

– Esses equipamentos hospitalares irão contribuir para a assistência à saúde dada ao usuário do Sistema Único de Saúde na cidade do Rio. Além do mais, esses equipamentos permitem a progressiva atualização do parque tecnológico, garantindo que os profissionais tenham meios para um melhor diagnóstico e tratamento dos doentes – avalia o diretor-geral da unidade, Alexandre Chaia.

Emergência e atendimento ambulatorial na Zona Norte

O Hospital Municipal Francisco da Silva Telles foi municipalizado em 1997 (antes era chamado de PAM de Irajá, com administração federal). A unidade mantém um setor de emergência que funciona 24 horas, com média mensal de 4 mil atendimentos e 10 mil consultas ambulatoriais. Por mês, são cerca de 300 internações nos 78 leitos (são 40 de clínica médica, 12 de cirurgia geral, 12 na emergência, 10 pediátricos e 4 para ginecologia).

O hospital oferece serviços nas especialidades de odontologia (atendimento de emergência e ambulatorial), cirurgia geral (atendimento ambulatorial), ginecologia (atendimento ambulatorial), pediatria (internação hospitalar e atendimento ambulatorial), clinica médica (internação hospitalar e atendimento de emergência), oftalmologia (atendimento ambulatorial) e ortopedia (atendimento ambulatorial), endoscopia (para pacientes internados). Também atende demandas cirúrgicas de ginecologia e cirurgia geral.