Prefeitura do Rio faz alerta no Dia Mundial Sem Tabaco

Publicado em 29/05/2020 - 17:46 | Atualizado em 29/05/2020 - 18:23
O objetivo é alertar os fumantes sobre o aumento dos perigos do hábito durante a pandemia e divulgar os benefícios de abandonar essa dependência. -Foto: Reprodução/Youtube

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), convida a população a pensar na importância do Dia Mundial Sem Tabaco, comemorado no dia 31 de maio. Como o momento atual tem estimulado mudanças e adaptações na rotina de todos, incluir o abandono do cigarro na lista de prioridades faz parte do objetivo da SMS, já que tabagistas têm seu sistema respiratório prejudicado pelo fumo.

Uma pesquisa recente da Universidade de Ciência e Tecnologia de Huazhong, em Wuhan – China, apontou, por exemplo, que, entre os chineses diagnosticados com pneumonia associada ao novo coronavírus, as chances de progressão da doença foram 14 vezes maiores entre as pessoas com histórico de tabagismo.

Durante a pandemia, o Programa de Controle do Tabagismo da SMS adotou estratégias de atuação para o período de distanciamento físico que incluem: produção e divulgação de materiais que informem a população sobre os riscos da relação tabagismo e COVID-19; monitoramento dos pacientes fumantes com síndrome gripal e garantia de medicação durante o período de afastamento social para os tabagistas que estão em tratamento para deixar de fumar.

Além das estratégias citadas, o programa traz um alerta sobre o uso compartilhado de narguilé, cigarros comuns ou eletrônicos entre pessoas infectadas pelo novo coronavírus (assintomáticas ou com poucos sintomas), o que pode representar um risco muito grande de disseminação da doença.

Existe a preocupação ainda com os fumantes passivos (pessoas que não fumam, mas convivem com fumantes), expostos à fumaça produzida pelos cigarros, o que também aumenta o risco de doenças respiratórias.

 

Programa da SMS já ajudou milhares de cariocas a abandonarem o vício

Cerca de 84 mil pessoas já deixaram de fumar, entre os anos de 2011 até 2019, seguindo o tratamento oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Programa de Controle do Tabagismo. Esse número representa que 53,87% dos cariocas que participaram, de pelo menos, quatro sessões do tratamento, acompanhados por profissionais de saúde, abandonaram o cigarro. Para mais informações sobre o programa, acesse: prefeitura.rio/web/sms/tabagismo.

Parceria por Cidades Saudáveis

As medidas adotadas fortalecem o compromisso da Prefeitura do Rio de Janeiro com a Parceria por Cidades Saudáveis da Bloomberg Philanthropies, Organização Mundial de Saúde e Vital Strategies – uma rede global de cidades comprometidas com a redução de doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs), que são responsáveis por mais de 70% das mortes no Brasil.

Este ano, a Prefeitura, por meio da SMS, renovou a sua participação nessa parceria, contando também com o apoio da organização não-governamental ACT Promoção da Saúde. O Rio de Janeiro é uma das 70 cidades participantes desta iniciativa, que contempla mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo.