Prefeitura do Rio entrega mais 70 autonomias a taxistas e chega a 2.350 documentos distribuídos

Publicado em 19/12/2019 - 13:49 | Atualizado em 19/12/2019 - 13:54
O taxista Rodrigo Ramos da Silva, de 40 anos: "Ganhei uma espécie de carta de alforria"/ Foto: Edvaldo Reis/ Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, entregou novas 70 autonomias de táxi durante evento realizado no Palácio da Cidade, nesta quinta-feira, 19 de dezembro. O evento contou, mais uma vez, com a presença do Procon Carioca, que registrou pedidos de taxistas para renegociação de dívidas, a fim de que não haja impedimento no processo de compra de seus veículos.

– É uma alegria quando o poder público pode contribuir com a independência profissional e, sobretudo, financeira de vocês. Guardem esse momento com muito carinho – afirmou Crivella.

Os beneficiados são auxiliares (homens e mulheres) com maior tempo de serviço como taxista. Seguindo regras definidas pelo Governo Municipal, do total de 70 autonomias entregues, 10% também são reservadas a motoristas com deficiência, conforme o estabelecido na Lei Federal 13.146, além de 10% a mulheres e outros 10% a motoristas que tenham pessoas com deficiência como dependentes econômicos, conforme determinado pelo prefeito Marcelo Crivella, no decreto 44.372, de 27 de março de 2018.

 

Patrícia Alves de Andrade diz que autonomia é sinônimo de “mais dedicação à família”; Foto: Edvaldo Reis/ Prefeitura do Rio

 

– Estou radiante, pois aguardava há 14 anos por esse benefício. A autonomia representa uma espécie de carta de alforria para nós. No meu caso, trabalhava como escravo para pagar diárias de até R$ 150,00 – disse Rodrigo Ramos da Silva, de 40 anos.

Para a taxista Patrícia Alves de Andrade, de 47 anos, a autonomia é sinônimo de “mais tempo e dedicação à família”.

– Agora, posso planejar melhor meus horários, trabalhando menos e ganhando mais, sem a preocupação de pagar diárias – completou Patrícia.

Com os benefícios entregues nesta quinta, a gestão atual atinge a marca de 2.350 autonomias distribuídas a auxiliares de táxi que aguardavam na fila há cerca de 20 anos. Na gestão anterior, apenas 589 autonomias foram entregues ao longo de 4 anos. A cidade do Rio tem, atualmente, cerca de 31 mil permissionários e 20 mil auxiliares de táxi.