Mais 70 novas autonomias são entregues a taxistas pela Prefeitura

Publicado em 27/11/2019 - 18:40 | Atualizado em 28/11/2019 - 09:59
Márcia Madsen Cioni de Lima, uma das taxistas que recebeu sua autonomia. Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, entregou nesta quarta-feira, 27 de novembro, novas 70 autonomias de táxi, em solenidade no Palácio da Cidade, em Botafogo. O evento contou, mais uma vez, com a presença do Procon Carioca, que registrou pedidos de taxistas para renegociação de dívidas, com o objetivo de evitar que haja impedimento no processo de compra de seus veículos.

Os beneficiados são auxiliares (homens e mulheres) com maior tempo de serviço como taxista. Seguindo o estabelecido em decreto, do total de 70 autonomias entregues, 10% são reservadas a motoristas com deficiência, 10% a mulheres e outros 10% a motoristas que tenham pessoas com deficiência como dependentes econômicos.

Crivella entregou pessoalmente as novas autonomias e exortou os taxistas a aderirem ao Taxi.Rio, que, segundo a IplanRio,  superou a marca de 600 mil passageiros cadastrados desde sua criação, em novembro de 2017. Em outubro deste ano, houve o recorde de 640 mil corridas realizadas em um mês. Mais de 27 mil taxistas já aderiram à plataforma e, de acordo com a IplanRio, uma empresa será selecionada em breve, por chamamento público, para oferecer wi-fi gratuito nos táxis cadastrados. Um teste piloto com 20 veículos já foi realizado com sucesso.

–  Estamos dando para os taxistas o wi-fi. Todo mundo que entrar no táxi vai ter wi-fi de graça – afirmou o prefeito.

Com os benefícios entregues nesta quarta-feira, a gestão atual atinge a marca de 2.200 autonomias distribuídas a auxiliares de táxi que aguardavam na fila há cerca de 20 anos. Na gestão anterior, apenas 589 autonomias foram entregues ao longo de quatro anos.

A cidade do Rio tem, atualmente, cerca de 31 mil permissionários e 20 mil auxiliares de táxi.

Para Márcia Madsen Cioni de Lima, de 61 anos, a autonomia recebida nesta quarta-feira lhe permitirá ter mais tranquilidade para cuidar de sua família e fazer planos, como o de reformar a casa onde vive com o marido e o filho, em Deodoro. A partir de agora, ela não terá mais que pagar diárias de R$ 80.

– É uma sensação ótima, de promessa cumprida e de que as coisas acontecem. Esperava por esse dia há seis anos. Estou muito feliz e agradecida – comemorou.

Casado há uma semana, Carlos Alberto Almeida Junior, de 41 anos, disse que a autonomia lhe permitirá juntar dinheiro para pagar dívidas, fazer obras e melhorar sua casa, em Realengo. Carlos, que chegou  a pagar R$ 100 de diária, planeja ter dois filhos, além do casal de 15 e 18 anos que já tem de outra união:

– É a realização de um sonho ganhar essa autonomia. Sou taxista desde 2005. Vou ter estabilidade e dar mais segurança para minha família – afirmou.