Operação integrada interdita ferro-velho irregular no Maracanã

Publicado em 01/07/2021 - 19:57 | Atualizado
Operação em ferro-velho - Divulgação / Prefeitura do Rio

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), a Polícia Civil e a Polícia Militar realizaram nesta quinta-feira (01/07) uma operação em ferros-velhos da Zona Norte da cidade para verificar a procedência do material comercializado. Em um deles, na Rua São Francisco Xavier, no Maracanã, foram apreendidos 12 aros de guarnição de tampa de ferro, 11 tampas de bueiro, seis grades, dois containers de lixo e um cabo de alumínio.

Ligações clandestinas de água e energia foram identificadas e removidas pela Cedae e pela Light, respectivamente. O estabelecimento não possuía alvará de funcionamento. Um homem de 40 anos, que seria o responsável pelo local, foi detido e levado para a 19ª DP (Tijuca), onde foi autuado por furto e receptação qualificada de bens e instalações do patrimônio público. Na delegacia, foi verificado que alguns itens pertenciam à Prefeitura do Rio.

Outros dez ferros-velhos foram inspecionados na região do Maracanã, Turiaçu, Rocha Miranda, Marechal Hermes e Honório Gurgel para verificar os alvarás de funcionamento. Em Rocha Miranda, um estabelecimento na Rua das Safiras foi autuado por falta de alvará de funcionamento e um outro, na Rua Ururaí, foi multado por ausência de licenciamento sanitário.

 

– Hoje marcamos o início de uma série de operações para prevenir a ocorrência de crimes que geram grande prejuízo para a população e para os cofres públicos. Sabemos que peças de ferro e cobre, produtos de furto, percorrem um caminho que acaba resultando em atividades clandestinas em ferros-velhos. Essas ações demonstram que a Prefeitura do Rio não vai tolerar esse tipo de atividade ilegal – afirmou o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

 

Outras ações para coibir irregularidades serão programadas e realizadas pela Secretaria de Ordem Pública. A ação contou com apoio da Comlurb, Subprefeitura da Grande Tijuca, Guarda Municipal, Secretaria de Conservação e Instituto Municipal de Vigilância Sanitária.