URS Realengo realiza roda de conversa sobre violência contra a mulher

Publicado em 22/05/2019 - 21:04 | Atualizado

A Unidade de Reinserção Social Realengo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, realizou uma roda de conversa para falar sobre prevenção de violência contra a mulher. O abrigo tem capacidade para cinquenta homens e realiza assistencialismo para reinserção comunitária ou familiar de homens que tiveram privação de direitos e por uma série de motivos se encontram em situação de rua.

A diretora da casa, Cristina Barros, conta que o trabalho é realizado para que eles se percebam como parte da sociedade, da comunidade no entorno. Segundo ela, muitos dos atendidos apresentam algum tipo de transtorno mental e pensando nisso surgiu a ideia de trabalhar a prevenção de violência, convidando a assistente social do Juizado de Bangu, que trata de violência contra a mulher, Patrícia Abreu, para realizar a palestra sobre o tema.

O secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, João Mendes de Jesus, falou sobre o encontro: “Precisamos de mais ações deste tipo. A violência contra a mulher é uma realidade muito cruel e absurda. Precisamos combatê-la todos os dias. Vejo na prevenção uma brilhante iniciativa, especialmente em nossos abrigos. Nossa missão é transformar as vidas que passam por nossas casas e levar as melhorias e solidariedade para toda a sociedade”.