Favela com Dignidade chega a Vila Kennedy e inaugura projeto Recicla na Vila Progresso

Publicado em 19/03/2022 - 14:25 | Atualizado
O programa Favela com Dignidade realizou 1.475 atendimentos na Vila Progresso - Alexandre Macieira/Prefeitura do Rio

O programa Favela com Dignidade realizou, neste sábado (19/3), 1.475 atendimentos na Vila Progresso, Complexo da Vila Kennedy, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.  A Prefeitura, por meio da Secretaria de Ação Comunitária, esteve presente no evento com mais de 20 secretarias e órgãos públicos.

Asfaltamento, troca de lâmpadas, desobstrução de galerias, instalação de sinalização e limpeza das principais ruas da comunidade foram alguns serviços estruturais realizados, neste sábado, por meio da Comlurb, CET-Rio, Rioluz e Secretaria de Conservação.

A Vila Progresso recebeu o projeto Recicla Comunidade que, além de cuidar do meio ambiente dando destino certo ao resíduo reciclado, vai reforçar a renda da população e injetar crédito na economia do local. Edna de Lima Joaquim, moradora da Travessa Juscelino Kubitschek, conseguiu cerca de R$ 200 com o material por ela recolhido.

 

– Não imaginava que conseguiria essa renda extra. Eu e meus filhos vamos passar a reciclar para reforçar as contas de casa. Aprendi que lixo é dinheiro – disse a moradora.

 

Os comerciantes estão aptos a receber os créditos dos cartões dos moradores cadastrados. A transação é feita através do smartphone dos comerciantes. Pelo aplicativo Agente Verde, os moradores poderão usar seus créditos para pagar qualquer conta com código de barras ou QR Code e também colocar crédito no celular. Neste sábado, foram cadastrados 15 comerciantes, entre eles padaria, depósito de bebidas, loja de doces, mercearia, bazar, manicure e autônomos que vendem roupas.

O projeto Recicla Comunidade agora está disponível para os moradores da Vila Progresso – Alexandre Macieira/Prefeitura do Rio

 

O projeto Recicla Comunidade foi inaugurado pelos secretários Marli Peçanha (Ação Comunitária), Washington Fajardo (Planejamento Urbano) e Sérgio Felippe (Trabalho e Renda), além do coronel Rodrigo Gonçalves (subsecretário de Defesa Civil), da presidente da Associação de Moradores de Vila Progresso, Sheila Cardoso, e do subprefeito da Zona Oeste, Diogo Borba.

No evento, o projeto Turistando com a Comunidade, parte do Favela com Dignidade, levou 21 moradores da Vila Progresso  a uma visita guiada ao Museu Casa do Pontal.

A secretária de Ação Comunitária, Marli Peçanha, reforçou que objetivo do Favela com Dignidade é levar os principais serviços e garantir a manutenção das benfeitorias realizadas na comunidade.

 

– Entendemos que é preciso dar voz e vez às comunidades, tirar os moradores da invisibilidade. E o Favela com Dignidade é isso. Temos que estar onde o povo que precisa realmente dos serviços públicos está. A Prefeitura vai se manter presente nas comunidades – afirmou Marli, anunciando que, na próxima semana, começarão as obras de limpeza e desassoreamento do Rio Sardinha.

 

Também prestigiaram o Favela com Dignidade na Vila Progresso as secretárias Anna Laura Valento Secco (Conservação) e Laura Carneiro (Assistência Social) e o gerente executivo local, Jorge Melo.

Participaram do Favela com Dignidade as secretarias de Assistência Social, Habitação, Conservação, Ordem Pública, Transportes, Pessoa com Deficiência, Juventude, Saúde, Esportes, Educação, Trabalho e Renda, Mulher, Cidadania e Planejamento Urbano, além da Defesa Civil, Comlurb, Rioluz e CET-Rio.

  • 19 de março de 2022