Saúde na Escola

O Programa Nacional de Saúde na Escola (PSE) é uma política intersetorial do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação, instituído por decreto presidencial Nº. 6.286 de 5 de dezembro de 2007.

 

O programa tem como principal objetivo proporcionar às comunidades escolares a participação em programas e projetos que articulem saúde e educação, prevendo o enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento das crianças, adolescentes e jovens.

No município do Rio de Janeiro, o programa denomina-se PSE Carioca, constituído a partir das Diretrizes do PSE Nacional.

 

Apresenta como peculiaridade a participação efetiva da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos – SMASDH, sob a orientação do Escritório de Gerenciamento de Projetos da Secretaria Municipal da Casa Civil (CVL), reforçando a importância da integração entre as políticas de Saúde, Educação e Assistência Social.

 

O Programa Saúde na Escola tem o objetivo de integrar as redes do Sistema de Educação Básica e do Sistema Único de Saúde (SUS), no âmbito da cidade do Rio de Janeiro, com contínua e sustentada articulação entre as unidades escolares e as Unidades Básicas de Saúde (Clínicas da Família e Centros Municipais de Saúde). Com ações dirigidas para o cuidado em saúde dos educandos, o Programa visa melhorar a qualidade de vida, o ambiente psicossocial e a qualificação como cidadão carioca.

 

 

AÇÕES:

1. Ações de combate ao mosquito Aedes aegypti;

2. Promoção das práticas Corporais, da Atividade Física e do lazer nas escolas;

3. Prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas;

4. Promoção da Cultura de Paz, Cidadania e Direitos Humanos;

5. Prevenção das violências e dos acidentes;

6. Identificação de educandos com possíveis sinais de agravos de doenças em

eliminações;        

7. Promoção e Avaliação de Saúde bucal e aplicação tópica de flúor;

8. Verificação da situação vacinal;

9. Promoção da segurança alimentar e nutricional e da alimentação saudável

e prevenção da obesidade infantil;

10. Promoção da saúde auditiva e identificação de educandos com possíveis

sinais de alteração.

11. Direito sexual e reprodutivo e prevenção de IST/AIDS;

12. Promoção da saúde ocular e identificação de educandos com possíveis

sinais de alteração.

 

Responsável pela área:

Coordenadora - Sylvia Tristão 

Contato: pse.gti@gmail.com



Serviços Serviços