Acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura do Rio, Estado e São João de Meriti

Publicado em 27/11/2018 - 17:24 | Atualizado em 20/03/2019 - 11:27
  • Início/
  • /
  • Acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura do Rio, Estado e São João de Meriti

A prefeitura do Rio de Janeiro, o Governo do Estado e o município de São João de Meriti estabeleceram um Acordo de Cooperação Técnica para ações conjuntas no entorno das estações de metrô e de trem no limite entre as duas cidades. Inédita, a parceria institucional tem como objetivo promover o desenvolvimento de estudos e intervenções nas áreas de desenvolvimento urbano sustentável, mobilidade e negócios da Região Metropolitana.

A proposta da Cooperação Técnica é implementar na área entre as estações de Metrô da Pavuna e de trem de São João de Meriti uma Operação Urbana Consorciada Interfederativa, que possibilite a realização de projetos em parceria com setor privado.

O acordo abre caminho para uma gestão com olhar metropolitano, preocupada em buscar soluções para problemas comuns às duas cidades. Desta forma, será possível integrar de forma eficiente e direta os vários modos de transporte (ônibus, Metrô e trem); ampliar atividades econômicas e gerar novos empregos; aplicar o conceito do Desenvolvimento Orientado ao Transporte Sustentável; revitalizar o Rio Pavuna; e permitir uma nova área de lazer na região, assim como uma nova configuração espacial de circulação de pessoas, a pé e em bicicleta e veículos.

Na prefeitura do Rio de Janeiro, a integração e os estudos são dirigidos pela Coordenadoria de Integração Metropolitana, ligada à Secretaria Municipal de Urbanismo.

COORDENADORIA DE INTEGRAÇÃO METROPOLITANA

Por compreender que o Rio de Janeiro é uma cidade metropolitana e não pode planejar o futuro sem combiná-lo com os vizinhos, a atual gestão criou, em janeiro de 2017, a Coordenadoria de Integração Metropolitana. O objetivo é promover, através de políticas públicas, a integração entre as cidades da Região Metropolitana, considerando os municípios envolvidos como parceiros interdependentes para a elaboração e execução de ações articuladas.

Categoria: Urbanismo

27 de novembro de 2018