BRS Mem de Sá amplia extensão de corredores de ônibus para 58 km e deve reduzir tempo de viagem

Publicado em 04/11/2019 - 11:18 | Atualizado em 04/11/2019 - 17:56
BRS na Avenida Mem de Sá deve reduzir o tempo de viagem para passageiros de ônibus. Foto: Marcelo Piu / Prefeitura do RioBRS na Avenida Mem de Sá deve reduzir o tempo de viagem para passageiros de ônibus. Foto: Marcelo Piu / Prefeitura do Rio

O BRS da Avenida Mem de Sá, no Centro, está em funcionamento. A inauguração do 21º corredor BRS do Rio de Janeiro foi nesta segunda-feira, 4 de novembro. O secretário municipal de Transportes, Paulo Amendola, esteve no local, ao lado de técnicos da SMTR e do presidente da CET-Rio, Airton Aguiar.

O novo corredor BRS tem início na Avenida Mem de Sá – Praça Cardeal Câmara e término na Avenida Mem de Sá – R Frei Caneca. Ele tem pouco mais de um quilômetro de extensão: 1.300m. O novo corredor funcionará de segunda a sexta, entre 6h e 21h (exceto, nesses casos, quando for feriado). O período educativo será de 15 dias, e panfletos explicativos estão sendo distribuídos à população.

Corredor exclusivo para ônibus e táxis tripulados naAvenida Meme de Sá tem 1,3 km de extensão. Foto: Marcelo Piu / Prefeitura do Rio
Corredor exclusivo para ônibus e táxis tripulados naAvenida Meme de Sá tem 1,3 km de extensão. Foto: Marcelo Piu / Prefeitura do Rio

Vantagens do BRS

Os corredores BRS (Bus Rapid System, na sigla em inglês) possibilitam viagens mais rápidas de usuários de ônibus e táxis, e circulação viária mais organizada. Estudos de tempo de percurso desenvolvidos pela CET-Rio mostram que, da inauguração até dezembro de 2018, a redução no tempo de viagem dos ônibus no BRS Frei Caneca (corredor mais próximo ao da Avenida Mem de Sá) chegou a 29%. Apenas ônibus e táxis com passageiros podem trafegar nas faixas especiais do BRS. Demais veículos só podem acessar o corredor em caso de conversão à direita e entrada em garagens/lotes.

Organização das linhas no corredor da Mem de Sá, que vão parar apenas nos pontos determinados: 

Linhas BRS 1:

007 (Silvestre x Central – Circular)
010 (Fátima x Central – Circular)
101 (Troncal 10 – Jardim de Alah x Cruz Vermelha, via J. Botânico/Lapa)
102 (Troncal 2 – Jd. de Alah x Rodoviária, via Lapa)

Linhas BRS 2:

134 (Rio Comprido x Largo do Machado, via Lapa – Circular)
409 (Saens Peña x Horto, via Lapa)
412 (Saens Peña x Gávea, via Praia do Flamengo)
433 (Vila Isabel x Prado Junior, via Lapa – Circular)
434 (Grajaú x Siqueira Campos, via Lapa/T. Velho – Circular)
464 (Maracanã x Siqueira Campos – Circular)

Linhas BRS 3:

497 (Penha x Cosme Velho)

Linhas BRS 4:

238 (Água Santa x Castelo – Circular)
247 (Camarista Méier x Passeio – Circular)
362 (Honório Gurgel x Castelo – Circular)

BRS I (Intermunicipal)

Baixada
Niterói
São Gonçalo

O presidente da CET-Rio., Airton Aguiar, orienta o trânsito na implantação do BRS da Meme de Sá, observado pelo secretário municipal de Transportes, Paulo Amendola (ao centro). Foto: Marcelo Piu / Prefeitura do Rio
O presidente da CET-Rio., Airton Aguiar, orienta o trânsito na implantação do BRS da Meme de Sá, observado pelo secretário municipal de Transportes, Paulo Amendola (ao centro). Foto: Marcelo Piu / Prefeitura do Rio

Ampliação na cidade

Com o corredor Mem de Sá, a extensão total de BRS na cidade passa a ser de 55,7 km. Os demais corredores existentes encontram-se nos bairros de Copacabana, Ipanema, Leblon, Centro, Estácio, Tijuca, Maracanã, Méier, Botafogo e Vila Isabel.

A prioridade do transporte público sobre o carro de passeio tem o objetivo de favorecer o deslocamento do maior número de cidadãos, proporcionando mais agilidade nas viagens, além de promover uma distribuição justa do espaço público viário entre os diferentes modos de transporte, conforme preconiza a Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei Federal 12.587, de 2012) e o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Cidade do Rio de Janeiro.

Aproveitando os estudos para implantação desse corredor, a CET-Rio desenvolveu projeto de revitalização e ampliação das áreas de carga e descarga no entorno da Avenida Mem de Sá, com o objetivo de melhor atender os estabelecimentos comerciais da área.

Confira os pontos onde foram criadas vagas de carga e descarga:

– Pça Cardeal Câmara;
– Rua do Lavradio;
– Rua Gomes Freire;
– Rua dos Inválidos
– Rua do Rezende;
– Rua Washington Luis.

Linhas de ônibus no BRS Mem de Sá

A Prefeitura tem concentrado seus esforços no monitoramento e aperfeiçoamento dos corredores existentes. Além disso, os setores responsáveis estão desenvolvendo estudos de viabilidade de outros trechos, a fim de contribuir para a mobilidade da cidade.