Escola de Bangu, bairro que recebe mutirão de serviços, ganha novos uniformes e tênis para alunos

Publicado em 13/02/2020 - 12:40 | Atualizado em 13/02/2020 - 14:11
Os novos tênis, pela primeira vez, fazem parte do novo kit escolar. Foto: Marco Antônio Rezende/ Prefeitura do Rio

Um dia depois de acompanhar o início das ações do Programa Cuidar da Cidade em Bangu, na Zona Oeste, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, voltou ao bairro no início da manhã desta quinta-feira (13/02). Além de verificar o andamento dos serviços da 53ª edição do mutirão de órgãos municipais, que incluem o Gabinete Itinerante, na Comunidade de Catiri, o prefeito aproveitou para visitar a Escola Municipal Maria Quitéria, que fica na Rua Nova Prata. Na unidade, Crivella também acompanhou a distribuição dos kits com material escolar e uniformes, que pela primeira vez inclui um par de tênis, para os 440 alunos que cursam do 1º ao 5º ano.

– Crises só são vencidas com trabalho e estudo. Mas para se ter uma boa educação, o professor tem que ser bem cuidado, assim como os alunos. Hoje, não temos mais apostilas na rede municipal de ensino e, sim, livros. O uniforme também está muito bonito. Enfim, nós queremos um Rio poderoso e rico, mas também justo e humano – afirmou Crivella, ao discursar no auditório da escola.

Ao todo, 440 alunos receberam os kits escolares, que inclui tênis pela primeira vez, na Escola Municipal Maria Quitéria. Foto: Marco Antônio Rezende/ Prefeitura do Rio

 

Ao todo, com o bom preço que conseguiu nos uniformes, o governo municipal economizou R$ 5,4 milhões. Por exemplo, cada camiseta custou R$ 7,30 contra R$ 10 na administração anterior.

Na escola, o prefeito deu outra boa notícia aos estudantes e professoras: determinou a pintura da unidade e melhorias na parte elétrica, que passará a ter maior capacidade para aparelhos de ar condicionado. A escola tem 16 turmas, sendo seis funcionando em turno único e dez em horário parcial.

– A Prefeitura, nesta gestão, nunca nos deixou faltar nada. As crianças estão, agora, mais animadas ainda para estudar, com o recebimento do material escolar e tênis novos – disse a diretora geral da escola, Márcia Regina dos Santos.

Suzy Santos, de 27 anos, mãe da aluna, Sarah, de 6 anos, elogiou a qualidade do material entregue aos estudantes.

– O material é realmente de excelente qualidade. Se fossemos ter que pagar tudo isso, ia ficar puxado – comentou Suzy, ao lado de outras três mães, que também foram conferir os kits ao lado de seus respectivos filhos.

 

Os novos tênis são leves, não precisam amarrar e na hora de lavar também secam rápido. Foto: Marco Antônio Rezende/ Prefeitura do Rio

 

Visita a creche e praça

Depois de se encontrar com alunos, pais de estudantes e professoras, Crivella percorreu ruas da comunidade. Durante a caminhada, Crivella ordenou aos chefes de equipes de diversas secretarias e órgãos, como Infraestrutura, Habitação e Conservação, Comlurb e Rioluz, que façam o levantamento do que é preciso para a revitalização de praças, entre elas a Três Marias, a principal da localidade; a Creche Municipal José Manoel Pereira Perez, e o Centro Municipal de Saúde do Catiri.

 

Uellen Goulart, presidente da associação de moradores local, disse que melhorias no bairro vão beneficiar 16 mil pessoas. Foto: Marco Antônio Rezende/ Prefeitura do Rio

 

– A recuperação de ruas, praças e escolas vão beneficiar mais de 16 mil pessoas que vivem na comunidade – adiantou a presidente da associação de moradores local, Uellen Goulart.

Já Raquel Brito de Souza, de 37 anos, que mora no bairro, lembra que a última vez que um prefeito visitou aquele região foi no final dos anos de 1980, no então governo Saturnino Braga.

– Eu era criança na época. Hoje em dia, não podia imaginar que Crivella viesse aqui. E mais: veio ontem (quarta-feira) e voltou hoje para verificar os serviços. Nem sei como agradecer tanto cuidado conosco – completou Raquel.

 

Raquel Brito de Souza, moradora de Bangu: “Um prefeito vir dois dias seguidas na nossa comunidade, como Crivella, é inédito”. Foto: Marco Antônio Rezende/ Prefeitura do Rio

 

Mais sobre o Cuidar da Cidade em Catiri

Crivella Também visitou as tendas do mutirão. Nesta edição do Cuidar da Cidade foram programadas inicialmente ações para atender a 392 demandas. As mais solicitadas são iluminação pública (81), drenagem (79) e pavimentação (72). Mas a Prefeitura faz sempre muito mais do que o previsto. E nisso está o ponto principal do programa: levar um mutirão de serviços para responder a necessidades mais urgentes dos moradores no dia a dia do bairro ou da região onde vivem.

 

A recuperação de equipamentos públicos na Comunidade Catiri foi iniciada ontem e se estende pelos próximos dias. Foto: Marco Antônio Rezende/ Prefeitura do Rio

 

Além do Cuidar da Cidade, a Prefeitura montou a estrutura do Gabinete Itinerante na Escola Municipal Maria Quitéria, na Rua Nova Prata. Os moradores de Catiri tiveram acesso a uma série de serviços oferecidos por diversos órgãos municipais, incluindo vacinação contra sarampo e arboviroses; consulta a boletim escolar e matrícula on-line; retirada de cartão do idoso para estacionamento; agendamento para entrevistas de empregos e para castração de cães e gatos.

Só nas últimas 24 horas, 40 moradores foram vacinados contra sarampo. Também foram feitos 15 encaminhamentos para castrações de cães e gatos, além de 50 pessoas para possíveis vagas de empregos.