Coronavírus: Secretaria Municipal de Educação distribui cestas básicas para alunos que foram almoçar nas escolas

A Secretaria Municipal de Educação distribuiu nesta quinta-feira (19/03) 1.000 cestas básicas para as famílias de estudantes que foram almoçar nas escolas da rede nesta semana, durante o período de suspensão das aulas. A interrupção foi uma medida de combate ao coronavírus. Os responsáveis pelos alunos receberam o kit, composto por 25 itens, nas Coordenadorias Regionais de Educação vinculadas às escolas em que as crianças estão matriculadas.

Desde que começou o período de suspensão das aulas, as escolas municipais receberam cerca de mil alunos das 11h às 13h, para o almoço – foram distribuídas 1.500 refeições na segunda-feira (16/3) e na terça-feira (17/3).

Por conta de uma decisão judicial que determinou o fechamento das escolas em qualquer horário, desde a última quarta-feira, a Secretaria Municipal de Educação decidiu distribuir as cestas para as famílias interessadas, enquanto a Procuradoria Geral do Município recorre da medida. A reação da SME foi imediata para que os alunos não fossem prejudicados pela falta de alimentação.

– Nestes tempos de coronavírus, é importante as crianças estarem bem alimentadas porque isso significa mais saúde e resistência a doenças. Temos responsabilidades com os alunos. Todos os que foram às escolas para o almoço serão atendidos. O objetivo é otimizar o atendimento e evitar o desperdício – explica a secretária municipal de Educação, Talma Romero Suane.

As cestas básicas contêm arroz, feijão, óleo de soja, fubá, açúcar refinado, sal, café, achocolatado, macarrão parafuso, espaguete, farinha de trigo, extrato de tomate, biscoito maisena, rosquinha, biscoito, milho verde, leite integral, ervilha em conserva, sardinha, amido de milho, goiabada, farinha de mandioca, farinha láctea, carne seca e suco de caju.